Start-ups CrowdProcess considerada a melhor start-up na área de "fintech" na Europa

CrowdProcess considerada a melhor start-up na área de "fintech" na Europa

A start-up portuguesa CrowdProcess desenvolveu uma ferramenta para a banca de média dimensão, chamada James, que visa facilitar a análise dos riscos de crédito. Esta semana foi considerada como a melhor Fintech na Europa.
CrowdProcess considerada a melhor start-up na área de "fintech" na Europa
Ana Laranjeiro 05 de abril de 2016 às 09:45

A start-up portuguesa CrowdProcess, que desenvolveu uma ferramenta para a banca de média dimensão, participou esta semana na maior conferência de tecnologia financeira ("fintech") do mundo, a Money 20/20, que se realiza em Copenhaga, na Dinamarca. A empresa portuguesa chegou à capital dinamarquesa como uma das 12 finalistas ao nível europeu e ontem foi considerada como a melhor.

 

Em Outubro do ano passado, ao Negócios, Pedro Fonseca, CEO da CrowdProcess, explicava que as instituições financeiras de grande dimensão têm grandes conhecimentos em computação científica, através de equipas com especialistas e supercomputadores, o que lhes confere vantagens competitivas. A computação científica pode ser usada, nomeadamente, na classificação de risco associado ao crédito. As instituições de média dimensão, referia o responsável, utilizam soluções generalistas que já existem há vários anos.


"No caso de um banco altamente sofisticado há pessoas que têm experiência em usar matemática e estatística muito avançada e [os chamados] supercomputadores. Esta combinação de estatística, matemática e supercomputação é a característica típica de um 'data scientist' [cientista de dados numa tradução livre]. O que criamos foi um 'software as a service' que permite a alguém que não é um 'data scientist' e que trabalha em risco utilizar todas as ferramentas que um 'data scientist' usaria" para avaliar o risco de crédito, conta ao Negócios Pedro Fonseca.


Para o sector financeiro, acrescenta, actualmente, "o activo mais precioso" são estes profissionais pois não há muitos, e os que há são muito bem remunerados. Com esta ferramenta "pensamos que conseguimos automatizar boa parte do que é feito" por estes especialistas, criando uma solução "que segue os mesmos passos e a mesma lógica que os 'data scientist' utilizam".
 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI