Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CTT não têm "qualquer informação do accionista sobre a privatização" (act.)

Os CTT dizem que não têm qualquer informação sobre o seu processo de privatização.

Alexandra Machado amachado@negocios.pt 18 de Janeiro de 2011 às 16:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
"Neste momento, nós no conselho de administração não temos qualquer informação ou solicitação da parte do accionista sobre a privatização", garantiu Pedro Coelho, vice-presidente dos CTT que está neste momento a presidir à empresa por saída, antes da assembleia-geral, do antigo presidente Mata Costa.

Pedro Coelho concretizou: "aquilo que sabemos é o que vem nos jornais e pouco mais. E o pouco mais é as conversas entre as pessoas". Os CTT constam da lista de privatizações do Governo, "mas da nossa parte não nos foi pedido nada, nem tinha de ser. É uma decisão política, não tem a ver com a nossa vontade".

Sobre a privatização, Pedro Coelho declarou que "pessoalmente, não tenho interesse em chamar o lobo, antes do lobo aparecer", acrescentando que "com todas as coisas negativas e positivas da gestão, a nossa empresa é gerida independentemente de quem for o proprietário".

Não falando da privatização, Pedro Coelho faz, no entanto, o alerta sobre o desmembramento dos CTT. "Isto não pode ser desfeito".

Salvaguardando que "cortar às fatias para ganhar dinheiro, tudo se pode fazer na vida, já que o accionista é que decide", mas "em termos de grupo, a nossa opinião, é que é um grupo com uma lógica", tal como está e não deve ser separado.

Eduardo Rangel, presidente do grupo Rangel, que já foi referido como potencial candidato à privatização dos CTT, já tinha aventado a possibilidade de os CTT serem partidos para que se pudesse vender a parte mais rentável, como é a área do correio expresso.

Ver comentários
Saber mais CTT Pedro Coelho
Outras Notícias