Automóvel Deputados do PS sugerem alertas para validade das cartas de condução

Deputados do PS sugerem alertas para validade das cartas de condução

Os deputados do PS querem saber se o secretário de Estado das Infra-estrututas considera a hipótese de criação de um mecanismo administrativo de notificação do terminus de validade da carta de condução e qual o custo do sistema.
Deputados do PS sugerem alertas para validade das cartas de condução
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 03 de fevereiro de 2016 às 17:12

Uma dezena e meia de deputados socialistas dirigiram esta quarta-feira ao secretário de Estado das Infra-estruturas, Guilherme W. d’ Oliveira Martins, um conjunto de questões relacionadas com a validade das cartas de condução, na sequência, dizem, de um conjunto de queixas por parte de vários condutores nas últimas semanas.

Os deputados questionam designadamente o governante sobre "a possibilidade de introdução de um mecanismo administrativo de notificação do terminus de validade da carta de condução".

Os socialistas recordam que apesar da legislação que obriga à renovação deste título "continuam a existir relatos de muitos cidadãos que não procedem à renovação por distracção e/ou desconhecimento da Lei".


"A Lei é bem clara sobre esta matéria, nomeadamente ao exigir que, para as cartas de condução obtidas antes de Janeiro de 2013, e para os condutores de veículos das categorias A, B, BE, A1 e B1, as renovações devem ser efectuadas aos 50, 60, 65, 70 anos e, posteriormente, de dois em dois anos, sem limite de idade", recordam os deputados.

"Pelos relatos que nos chegam", dizem os deputados, "deverão existir muitos condutores que deixam ultrapassar o prazo de validade do seu título e, quando detectam essa situação, já não podem efectuar a renovação de forma regular, sendo obrigados à realização de uma nova prova".


Por essa razão pedem esclarecimentos ao secretário de Estado das Infra-estruturas sobre a possibilidade dos condutores poderem receber algum alerta sobre o terminus da validade do seu título de condução, questionando ainda se os custos administrativos para um serviço desta natureza seriam avultados.

Os socialistas perguntam também se está a ser considerada a hipótese de ser realizada uma campanha de divulgação, por parte dos diversos agentes do sector, públicos e privados, para alertar para a necessidade dos processos de renovação das cartas de condução serem solicitados em tempo útil pelos condutores.

Pretendem ainda saber se o Instituto da Mobilidade e dos Transportes já regularizou os prazos de emissão dos títulos de condução que chegaram a ter um atraso superior a oito meses.

 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI