Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Deutsche Post corta bónus de executivos de topo em 49%

O Deutsche Post, o maior serviço de correio europeu, eliminou os bónus dos executivos de topo em 49%, com a diminuição do volume de distribuição e a reestruturação do serviço norte-americano a levarem a um prejuízo.

Lara Rosa lararosa@negocios.pt 10 de Março de 2009 às 11:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O Deutsche Post, o maior serviço de correio europeu, eliminou os bónus dos executivos de topo em 49%, com a diminuição do volume de distribuição e a reestruturação do serviço norte-americano a levarem a um prejuízo.

O salário e os benefícios dos sete gerentes que fazem parte da administração da empresa caíram para os 8 milhões de euros, no ano passado, o que compara com os 15,7 milhões de euros pagos em 2007, segundo o comunicado do Deutsche Post citado pela Bloomberg.

Entre os membros de topo da empresa, John Mullen, chefe da divisão de entregas, foi o que recebeu um pagamento mais elevado. Em 2008 o executivo recebeu 1,91 milhões de euros entre salários e benefícios.

A empresa registou um prejuízo de 1,69 mil milhões de euros em 2008, o que compara com o lucro de 1,38 mil milhões de euros registados no ano anterior.

A penalizar os resultados do ano passado esteve a queda do volume de correio distribuído, bem como os custos associados com a reestruturação do negócio nos EUA. No total, as actividades que estão a ser desenvolvidas na maior economia do mundo, custaram ao Deutsche Post 3,9 mil milhões de euros nos últimos dois anos.

Ver comentários
Outras Notícias