Automóvel Die Welt: Volkswagen deverá pagar 5.000 dólares a cada cliente nos EUA pelo "dieselgate"

Die Welt: Volkswagen deverá pagar 5.000 dólares a cada cliente nos EUA pelo "dieselgate"

Além da indemnização a pagar, a marca terá de resolver a manipulação técnica que reduziu artificialmente as emissões dos veículos em testes de estrada. Os clientes europeus vão tentar um acordo semelhante com a VW.
Die Welt: Volkswagen deverá pagar 5.000 dólares a cada cliente nos EUA pelo "dieselgate"
Bloomberg
Paulo Zacarias Gomes 20 de abril de 2016 às 19:50

A Volkswagen terá chegado a acordo com as autoridades norte-americanas para encerrar as investigações judiciais no âmbito do caso "dieselgate", a manipulação das emissões de gases nocivos em 11 milhões de veículos em todo o mundo.


De acordo com o jornal alemão Die Welt, que avança a notícia esta quarta-feira, 20 de Abril, o fabricante automóvel germânico deverá pagar cinco mil dólares (4.400 euros à cotação actual) a cada um dos proprietários de veículos VW lesados pelo esquema.

Além do valor pago, a empresa terá ainda de resolver a manipulação técnica que esteve na origem do problema, detectado no ano passado pela agência ambiental dos EUA. Por esclarecer estão detalhes do plano de reparação das viaturas afectadas e de outras medidas de compensação que possam vir a ser impostas. 


A divulgação pública da solução – que cita fontes não identificadas - chega um dia antes do final do prazo dado pelos reguladores norte-americanos para chegar a um entendimento. E a dias da visita de Barack Obama ao Velho Continente, com passagem pela Alemanha, que tem o assunto na sua agenda. 

Ao jornal alemão, o advogado alemão Christopher Rother fez saber que os lesados na Europa vão procurar obter junto da marca germânica um acordo semelhante ao dos EUA.

Provisões ficarão nos dois dígitos de milhão

De acordo com duas fontes próximas do processo, citadas pela Reuters, a Volkswagen será obrigada a aumentar substancialmente o valor provisionado para fazer face a despesas com o escândalo das emissões, actualmente estimado nos 6.700 milhões de euros.

O valor a provisionar será anunciado a 28 de Abril, quando forem conhecidos os resultados de 2015, e deverá ascender aos dois dígitos de milhão de euros. Um analista da Evercore ISI, Arndt Ellinghorst, aponta para que os custos totais ascendam a cerca de 30 mil milhões de euros.


As despesas com a resolução deste problema deverão deixar os accionistas de mãos a abanar em matéria de dividendos relativos ao exercício de 2015. Analistas sondados pela agência Reuters esperam, em média, uma queda de 70% nos lucros operacionais da empresa no último trimestre do ano, para os 992 milhões de euros.


Esta quinta-feira, refere a Reuters, a proposta de acordo deverá ser apresentada ao juiz Charles Breyer, em São Francisco, a quem foram dirigidas as queixas dos proprietários, evitando o avanço do processo judicial.

Os títulos da Volkswagen encerraram a negociação desta quarta-feira a disparar 6,88% em Frankfurt para 121,25 euros, já na expectativa de um acordo com os consumidores norte-americanos. 

(notícia actualizada às 20:07 com mais informação)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI