Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Digam adeus ao iTunes

A Apple anunciou o fim do iTunes, o programa da empresa da maçã que permite descarregar e armazenar músicas, filmes, séries e podcasts. No ano em que atinge a maioridade, vai ser substituído por três plataformas distintas.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 03 de Junho de 2019 às 21:11
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

"Digam adeus ao iTunes". É assim o título da CNN depois de a Apple anunciar – como já se esperava – que vai acabar com esta sua aplicação criada em janeiro de 2001.

 

A Apple anunciou, no seu evento anual de programadores (World Wide Developers Conference - WWDC), que está a decorrer em San Jose, (Califórnia, EUA), que vai substituir o iTunes por um trio de aplicações distintas para música, podcasts e TV.

As três novas plataformas vão chamar-se Apple Music, Apple Podcast e Apple TV, tendo sido anunciadas por Craig Federighi, vice-presidente do departamento de engenharia de software da tecnológica sediada em Cupertino (Califórnia).

A novidade estará disponível na próxima versão do sistema operativo do macOS. 

Assim, no ano em que atingiu a maioridade, o iTunes - que foi lançado juntamente com o iPod - vai "fechar portas" para dar lugar a aplicações específicas para as três áreas referidas.

Com a nova estratégia, a marca estará a aproximar a experiência do Mac à descentralização do iPhone e do iPad – dispositivos que já possuem as três aplicações em questão, refere o Estadão. A ideia é também possibilitar aos utilizadores a sincronização manual entre o iPhone e outros dispositivos iOS, acrescenta a mesma fonte. 

"O fim do iTunes representa o enfraquecimento da era de downloads. Apesar de aplicações como a Apple Music e Apple TV permitirem que o utilizador compre e faça download de conteúdo, a essência das plataformas é a assinatura de streaming", explica o jornal brasileiro.

Outra novidade: o modo escuro

 

Nesta conferência da Apple foi também anunciado, como se perspetivava, o "dark mode".

 

A tecnológica liderada por Tim Cook já tinha dado sinais de que esta funcionalidade iria fazer parte do novo visual do software da empresa e foi assim ao encontro das expectativas.

"Os iPhones vão ganhar uma nova interface com a chegada do iOS 13: o chamado modo escuro, em que as aplicações e elementos gráficos ganham tonalidade próxima do preto", salienta a TechTudo.

Privacidade em foco

 

Numa altura em que as questões da privacidade têm dominado as atenções, a Apple anunciou também que as suas contas poderão, a partir de agora, criar automaticamente novos endereços de email particulares e para cada aplicação em específico – e onde as mensagens serão reencaminhadas para o endereço de email real dos utilizadores, impedindo, dessa forma, que as aplicações tenham acesso aos contactos pessoais das pessoas, refere a AllThingsApple.

 

Nesta conferência da Apple que hoje teve início em San Jose, a empresa co-fundada por Steve Jobs também apresentou a nova geração do Mac Pro: o Mac Pro 2019.

(notícia atualizada às 22:54)

Ver comentários
Saber mais Apple itunes
Mais lidas
Outras Notícias