Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dona da Pizza Hut nos EUA avança com pedido de insolvência

A NPC Internacional, que detém as marcas de fast food Pizza Hut e Wendy's, avançou com um pedido de insolvência após o choque provocado pelo coronavírus. Esta decisão não afeta as outras lojas no resto do mundo controladas por outras empresas.

Gonçalo Almeida goncaloalmeida@negocios.pt 01 de Julho de 2020 às 11:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...
A NPC Internacional, dona da cadeia de restaurantes Pizza Hut nos Estados Unidos, avançou com o pedido de insolvência, precipitado pelo impacto que a covid-19 está a ter no setor da restauração. 

A situação da empresa estava já debilitada antes da atual pandemia, que fez com que a sua dívida engordasse para 903 milhões de dólares. Agora, avançou com este pedido evocando o Capítulo 11 da lei de falências dos Estados Unidos no tribunal do Texas. 

A empresa está agora a tentar negociar um acordo e reestruturação da dívida, com o objetivo de a atenuar, caso os credores aceitem trocar por ações e participar na nova injeção de capital. O plano inclui a venda e o consequente encerramento de muitos restaurantes em todo o país.  

Não significa isto que a Pizza Hut e a Wendy's vão acabar. A NPC pode continuar a operar enquanto trabalha para chegar a um acordo que lhe permita pagar as dívidas e dar a volta ao modelo de negócio. Este pedido de insolvência não afeta as outras lojas da Pizza Hut franchisadas no resto do mundo.

Em Portugal, a empresa é detida pelo grupo Ibersol.
A companhia abriu o seu primeiro restaurante em 1962 e tem cerca de 1.225 Pizza Hut e 385 Wendy's espalhadas pelos Estados Unidos, de acordo com a informação revelada no seu site. 

Para além do impacto da covid-19, a concorrência da Domino's Pizza e do Papa John International tem prejudicado os negócios da NPC. 


Ver comentários
Saber mais Wendy Estados Unidos EUA Pizza Hut Internacional NPC Pizza economia negócios e finanças
Outras Notícias