Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dona da TVI fecha novo prazo para dívida após acordo com credores

A Prisa alargou a maturidade da sua dívida junto dos credores em cinco anos, para 2022. Na reunião do conselho de administração, definiram-se também novos cargos de liderança no grupo espanhol.

Correio da Manhã
Negócios jng@negocios.pt 17 de Janeiro de 2018 às 11:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O conselho de administração da Prisa, dona da TVI, aprovou esta terça-feira, 16 de Janeiro, um acordo com a maioria dos seus credores para definir um novo prazo para o reembolso da dívida.

 

De acordo com o Cinco Días, publicação que integra o grupo, esse prazo é agora alargado cinco anos, para 2022. O acordo não prevê amortizações obrigatórias durante os primeiros três anos e define um reembolso posterior ajustado ao fluxo de caixa gerado pelos negócios do grupo espanhol.

 

É também estabelecido um primeiro pagamento de 450 milhões de euros, resultante do aumento de capital aprovado pela Assembleia Geral de accionistas da Prisa realizada a 15 de Novembro.

 

O novo acordo face à dívida entrará em vigor até 30 de Junho deste ano, estando condicionado pelo aumento de capital.

 

O conselho de administração definiu também novos nomes para a liderança do grupo na reunião desta terça-feira, 16 de Janeiro: Pedro García Guillén ficará à frente da Prisa Radio e Alejandro Martínez Peón da Prisa Notícias. Augusto Delkáder será director editorial, Jorge Rivera director de Comunicação e Relações Institucionais e Marta Bretos directora de Gestão de Talentos.

 

O grupo Prisa é dono da TVI através da Media Capital. Nesta fase, encontra-se a decorrer o processo de compra da Media Capital pelo grupo Altice, com o dono da Meo a oferecer 440 milhões de euros por este negócio de media.

Ver comentários
Saber mais TVI Prisa Altice media dívida televisão
Outras Notícias