Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dona da Otis ainda não decidiu onde vai cortar mais de 11 mil postos de trabalho

A dona da Otis, a United Technologies, anunciou hoje que vai cortar 11.600 postos de trabalho em todo o mundo. Ao Negócios, fonte oficial da empresa afirmou que "as localizações e a altura" em que os cortes de postos de trabalho vão ser efectuados "ainda não foram decididos".

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 10 de Março de 2009 às 19:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A dona da Otis, a United Technologies, anunciou hoje que vai cortar 11.600 postos de trabalho em todo o mundo. Ao Negócios, fonte oficial da empresa afirmou que “as localizações e a altura” em que os cortes de postos de trabalho vão ser efectuados “ainda não foram decididos”.
A United Technologies anunciou hoje que tenciona reduzir em 11.600 o número de postos de trabalho em todo o mundo. Esta medida surge como parte do plano de reestruturação no valor de 750 milhões de dólares para este ano, numa altura em que a recessão mundial está a afectar a fabricante de elevadores Otis e aparelhos de ar condicionado Carrier. Ambas as empresas actuam em Portugal.

O Negócios contactou a empresa-mãe, nos EUA, para saber se Portugal está entre os países onde vão ser observados cortes nos postos de trabalho.

Fonte oficial da empresa revelou que “as localizações e a altura” em que os cortes de postos de trabalho vão ser efectuados “ainda não foram decididos” e só o serão “ao longo de 2009.”

Contudo, “todas as unidades vão ser afectadas”, mas não necessariamente através de cortes de postos de trabalho, acrescentou a mesma fonte.

Após o anúncio de redução da força laboral, o Negócios tentou contactar as empresas em Portugal, tendo conseguido falar com a Otis que revelou não haver novidades sobre a empresa em território nacional.

Fonte oficial da Otis em Portugal afirmou que “estamos a analisar a situação”, mas o que “posso dizer é que é igual ao que podia dizer há 1/2/3 meses”.

Ou seja, “não temos novidades” nesse sentido, mas por “estarmos conscientes da situação económica” adversa, “analisaremos a situação e tomaremos medidas”, afirmou.

Em Portugal, a empresa que fabrica e faz a manutenção de elevadores e emprega “cerca de 640 pessoas”, segundo a mesma fonte. De acordo com o “site” oficial, a Otis tem 26 delegações em Portugal.
Ver comentários
Outras Notícias