Banca & Finanças Donos da Stripe são agora os empresários mais ricos da Irlanda

Donos da Stripe são agora os empresários mais ricos da Irlanda

John e Patrick Collison venderam a sua primeira empresa por 5 milhões de dólares quando ainda eram adolescentes. Agora, pouco mais de uma década depois, a segunda start-up dos irmãos está avaliada em 35 mil milhões de dólares, o que os torna os empresários mais ricos da Irlanda.
Donos da Stripe são agora os empresários mais ricos da Irlanda
Bloomberg 29 de setembro de 2019 às 14:30

A mais recente avaliação da empresa de pagamentos online Stripe atribui a John, de 29 anos, e Patrick, de 31, uma fortuna estimada de 4,2 mil milhões de dólares, a cada, segundo cálculos do Índice de Bilionários Bloomberg, o suficiente para a inclusão no ranking dos 500 membros mais ricos.

Na quinta-feira, a Stripe, com sede em São Francisco, anunciou que havia captado 250 milhões de dólares na sua última ronda de financiamento, o que eleva a avaliação da empresa para 35 mil milhões de dólares.

As únicas start-ups dos Estados Unidos com avaliações mais altas este ano são a Juul Labs, que comercializa cigarros eletrónicos, e a We Co., que controla a empresa de coworking WeWork.

Mas as avaliações dessas duas empresas estão agora em dúvida. Um número crescente de doenças e mortes associadas aos cigarros eletrónicos levou alguns governos a banir os produtos da Juul, e as estimativas de Wall Street para a avaliação da We foram revistas em baixa, num contexto de escrutínio mais apertado das práticas de governança pouco ortodoxas do co-fundador Adam Neumann.

A fortuna dos irmãos irlandeses supera a dos compatriotas Denis O’Brien, magnata das telecomunicações, e de Dermot Desmond, da área das finanças. A fortuna dos Collisons equipara-se à de empresários de Silicon Valley, como o co-fundador da Uber, Travis Kalanick, e supera a de Brian Chesky, do Airbnb, Evan Spiegel, da Snap, e Daniel Ek, do Spotify, de acordo com dados da Bloomberg.



Marketing Automation certified by E-GOI