Empresas Douro Azul facturou mais 39% até Outubro

Douro Azul facturou mais 39% até Outubro

A Douro Azul, maior operadora portuguesa de cruzeiros fluviais, prepara-se para fechar “o seu melhor exercício de sempre”. Até Outubro, já registava uma “receita recorde “ de 21 milhões de euros, mais 39% em relação ao mesmo período do ano passado.
Douro Azul facturou mais 39% até Outubro
Rui Neves 25 de novembro de 2013 às 17:29

A empresa liderada por Mário Ferreira teve “o melhor Outubro ao longo dos seus 20 anos”, enfatiza a Douro Azul em comunicado, com vendas de 3,2 milhões de euros, mais cerca de 800 mil do que em igual mês do ano passado.

 

No acumulado do ano (a época de cruzeiros no Douro começou em Março), a Douro Azul registou até Outubro “uma receita recorde” de 21 milhões de euros”, o que representa um aumento de 39% face a igual período de 2012. Entre Janeiro e Outubro, o EBITDA cresceu 74% para 6,2 milhões de euros.

 

Com a entrada ao serviço, na época em curso, de dois novos navios-hotel e de dois barcos rabelo, a empresa “vai registar o seu melhor exercício de sempre, tanto operacionalmente como financeiramente”, garante a maior operadora portuguesa de cruzeiros fluviais.

 

O número de passageiros transportados pela Douro Azul, entre 15 de Março e o final de Outubro, aumentou 51% para um total de 19.743.

 

“A entrada em operação de novos barcos em 2013 permitiu à Douro Azul um aumento considerável do número de passageiros transportados e, consequentemente, uma subida ao nível das receitas do grupo que vai, neste ano do vigésimo aniversário, registar vendas recorde a beneficiar também do alargamento da actividade no Douro até 3 de Janeiro”, frisou Mário Ferreira, CEO da Douro Azul.

 

A origem das receitas da Douro Azul tem sido, à semelhança de anos anteriores, maioritariamente do exterior, com os Estados Unidos à cabeça, seguidos da Alemanha e do Reino Unido.

 

O peso dos Estados Unidos nas receitas da Douro Azul, este ano, ronda os 47,3%, a Alemanha com 21,4% e o Reino Unido com 15,1%. Seguem-se a Áustria com 3,8%, a Bélgica com 3,1%, o Canadá com 2,6% e a Suíça com 1,7%.

 

A Douro Azul prevê entretanto receber, em Março próximo, dois novos navios-hotel, com 52 cabinas duplas, encomendados aos estaleiros da Navalria, do grupo Martifer.

 

A empresa conta actualmente com uma frota de sete navios-hotel, a “royal barge” Spirit of Chartwell, três embarcações de “riversightseeing” de tipologia rabelo e um iate de luxo, dispondo ainda de uma frota de autocarros turísticos de luxo de suporte aos programas em navio-hotel, bem como de 10 autocarros turísticos de “sightseeing”, ao serviço da BlueBus City Tours.

 

Do universo DouroAzul fazem ainda parte as empresas Helitours, dedicada à realização de “tours” aéreos em helicóptero; a Caminho das Estrelas, dedicada ao turismo espacial; e a World of Discoveries, que irá desenvolver e explorar um museu interactivo e parque temático dedicado à epopeia dos Descobrimentos Portugueses.