Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Edifícios licenciados e concluídos abrandam redução no quarto trimestre

O número de edifícios licenciados em Portugal caiu 4,2% no último trimestre, enquanto os edifícios concluídos decresceram 35,7% face a igual período de 2013. O decréscimo foi, ainda assim, menos expressivo do que nos três meses anteriores.

Negócios 13 de Março de 2015 às 11:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

No quarto trimestre do ano passado, foram licenciados 3.800 edifícios em Portugal, o que representa um decréscimo de 4,2% face a igual período do ano anterior, revela o Instituto Nacional de Estatística (INE) esta sexta-feira, 13 de Março. A quebra foi, no entanto, menos acentuada do que nos três meses anteriores, em que se assistiu a uma diminuição homóloga de 5,9%.

  

Do total de edifícios licenciados, mais de metade (58,4%) corresponderam a construções novas e, destas, 62,1% destinaram-se a habitação familiar. As regiões de Lisboa e do Algarve contrariaram a tendência e registaram um crescimento do número de edifícios licenciados, para o que contribuiu a variação positiva nos edifícios licenciados para obras de reabilitação.

 

Também os edifícios concluídos - construções novas, ampliações, alterações e reconstruções - continuaram a diminuir em termos homólogos, registando uma quebra de 35,7% face a igual período de 2013, depois do decréscimo de 42,3% verificado nos três meses anteriores.

 

Segundo os dados do INE, neste período estima-se que tenham sido concluídos 3.200 edifícios em Portugal, correspondendo maioritariamente a construções novas (64,3%) das quais 57,5% tiveram como destino a habitação familiar.

 

No ano de 2014 foram licenciados 15.400 edifícios e concluídos 14.500, o que corresponde a decréscimos de 5% e de 37,2%, respectivamente, face a 2013. 

Ver comentários
Saber mais Portugal Lisboa Algarve economia negócios e finanças construção e obras públicas construção civil
Outras Notícias