Energia EDP compromete-se a atingir frota 100% eléctrica até 2030

EDP compromete-se a atingir frota 100% eléctrica até 2030

A EDP assume um conjunto de compromissos para potenciar a mobilidade eléctrica ao longo dos próximos anos.
EDP compromete-se a atingir frota 100% eléctrica até 2030
Raquel Murgeira 26 de fevereiro de 2018 às 16:35

A empresa do sector energético delineia objectivos a longo prazo com o intuito de promover a mobilidade eléctrica e um desenvolvimento mais sustentável.

A EDP pretende alinhar os objectivos de desenvolvimento ao combate às alterações climáticas e à descarbonização da economia com a penetração de renováveis e pela electrificação do consumo, em particular no sector dos transportes, aquecimento e arrefecimento, salienta num comunicado divulgado.

O grupo tinha já como objectivos estratégicos traçados alcançar 75% de potência instalada renovável em 2020 e reduzir as suas emissões específicas de CO2 em 75%. Agora até 2030 compromete-se a atingir uma frota 100% eléctrica. Um compromisso que implicará um forte investimento na renovação do parque automóvel. Esta transição, já foi iniciada, mas será agora acelerada. Vai permitir reduzir em 70% as emissões de CO2 da actual frota, composta por perto de 4.000 veículos de serviço. Além disto, a EDP diz que tem apostado em novas tarifas que incentivem à utilização de veículos eléctricos.

A par disto, a empresa do sector energético assume o compromisso de continuar a desenvolver novas ofertas e soluções comerciais que promovam a electrificação dos transportes, incluindo as infra-estruturas de carregamento de veículos eléctricos.

Em Portugal, a EDP já instalou 11 postos de carregamento rápido de veículos eléctricos em algumas das principais vias e cidades do país e pretende continuar a expandir esta rede com um crescimento exponencial. Tendo sido já confirmadas 13 parcerias com fabricantes automóveis.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
EDP um gigante do PS-20 26.02.2018

As previsões apontam para mais de 1.000 milhões de lucros em 2017, como é que tem uma cotação irrisória de 2.80 euros, tem um dividendo razoável mas poderia ser muito mais, esperamos que alguma coisa mude , para poder captar mais investidores,

pub