Energia EDP Renováveis entra num novo mercado que Mexia vê com "elevado potencial"

EDP Renováveis entra num novo mercado que Mexia vê com "elevado potencial"

A Grécia é o mercado onde a EDP Renováveis garantiu um contrato de fornecimento de energia produzida no parque eólico.
EDP Renováveis entra num novo mercado que Mexia vê com "elevado potencial"
Mafalda Santos
Negócios 04 de julho de 2018 às 17:10
A EDP Renováveis entrou num novo mercado. O contrato conseguido na Grécia, por 20 anos, garante a venda de geração eólica do parque Livadi, cujo início da operação é esperado para 2020.

"A entrada neste novo mercado é mais um importante passo na estratégia de internacionalização do Grupo EDP", salienta numa declaração escrita ao Negócios António Mexia, acrescentando que "este contrato é um sinal claro da nossa liderança nas renováveis, área em que a Grécia tem um elevado potencial de crescimento."


De acordo com o comunicado da empresa de energia verde, foi assegurado um contrato de 20 anos, "na sequência do leilão de energia Grego, para a venda de geração eólica produzida pelo parque Livadi com 45 MW (megawatts) de capacidade".

O leilão foi para um total de 176 MW, com a Renováveis a garantir 25,5%.

No comunicado, a empresa, que está sob OPA da China Three Gorges, assegura que "continua a analisar oportunidades de crescimento, enquanto desenvolve projectos rentáveis focados em países com perfil de baixo risco e estabilidade regulatória".



pub

Marketing Automation certified by E-GOI