Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP adjudica obras em Vieira do Minho por 131 milhões de euros

A EDP adjudicou hoje as obras para o reforço de potência da sua barragem de Venda Nova, em Vieira do Minho, a um consórcio constituído pela MSF, Somague, Mota-Engil e Spie Batignolles, por um valor de 131 milhões de euros.

Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 13 de Janeiro de 2010 às 13:07
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A EDP adjudicou hoje as obras para o reforço de potência da sua barragem de Venda Nova, em Vieira do Minho, a um consórcio constituído pela MSF, Somague, Mota-Engil e Spie Batignolles, por um valor de 131 milhões de euros.

As obras começam este mês, tendo hoje sido colocada a primeira pedra. "A entrada em operação da central está planeada para o primeiro semestre de 2015", informou a EDP em comunicado, onde refere que o investimento total estimado para o projecto é de 349 milhões de euros.

Venda Nova III será a maior central hidroeléctrica em Portugal em termos de potência instalada, com uma potência total de 736 megawatts (MW) e uma produção anual estimada em 1.273 gigawatt hora (GWh).

"A elevada potência instalada irá reforçar os níveis de segurança do sistema eléctrico português, no contexto do aumento dos volumes de produção de energia eólica em Portugal. Por outro lado, a elevada capacidade de bombagem constitui um importante contributo para o melhor aproveitamento económico da crescente produção eólica", explica a EDP no comunicado.

Com esta adjudicação, a EDP passa a ter seis centrais hidroeléctricas em construção, nomeadamente Picote II, Bemposta II, Alqueva II, Venda Nova III, Baixo Sabor e Ribeiradio, projectos aos quais está associado um investimento global de 1,5 mil milhões de euros entre 2007 e 2012.
Ver comentários
Outras Notícias