Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP assegura que facturas de clientes em Aguiar da Beira estão correctas

Dezenas de clientes da EDP queixaram-se de ter recebido acertos de facturação demasiado elevados, mas a eléctrica, que admite ter havido problemas de medição, garante que as últimas leituras que fez estão correctas.

391 – EDP - A EDP continua a ser a melhor posicionada, à frente da Galp Energia e da Jerónimo Martins. Surge na posição 391 de um total de 2000, abaixo do 349º posto obtido no ano passado. Perdeu 42 posições.
Miguel Prado miguelprado@negocios.pt 29 de Janeiro de 2015 às 19:26
  • Partilhar artigo
  • 5
  • ...

Um conjunto de clientes da EDP de Aguiar da Beira lançou um abaixo assinado para protestar contra os valores cobrados nos últimos meses do ano passado, considerando que a EDP estava a exigir acertos muito acima das facturas normalmente pagas por aqueles consumidores. Mas a eléctrica garante que as facturas estão certas.

 

"As facturas agora reclamadas estão correctas, correspondendo ao consumo realmente efectuado até à data a que dizem respeito", refere fonte oficial da EDP em resposta a questões colocadas pelo Negócios sobre os protestos daqueles consumidores, noticiados na quarta-feira pela SIC.

 

Segundo uma reportagem difundida quarta-feira pela SIC, dezenas de clientes da EDP em Aguiar da Beira  queixam-se de ter facturas que excedem em muito o valor habitualmente pago. "Mil e quinhentos euros num mês? Acho que é uma conta um bocado puxada!", lamentou um dos clientes ouvidos pela SIC.

 

A EDP admite ter havido um problema ao nível da contagem de consumos, mas garante que as leituras na origem das elevadas facturas corresponde ao consumo real. 

 

"Identificámos um problema com um leitor que desrespeitou os procedimentos definidos para a prestação do serviço de Leituras. Como consequência, os valores de leitura recolhidos por este leitor eram incorrectos, tendo originado a facturação de consumos inferiores aos reais, que, nalguns casos, geraram mesmo créditos indevidos", explica a empresa.

 

Segundo a EDP, "no ciclo de leituras de Outubro de 2014 foram recolhidas as leituras reais que, face às leituras erradas de ciclos anteriores, originaram um consumo naturalmente mais elevado que o habitual por corresponder à recuperação do consumo não facturado correctamente".

 

A EDP nota que "esta regularização gerou nos clientes a sensação de sobrefacturação mas na verdade resulta da recuperação da subfacturação dos períodos anteriores".

 

Segundo a reportagem da SIC, a Câmara de Aguiar da Beira estima que em causa estejam facturas de mais de 100 mil euros, que incluem não só consumos domésticos mas também de pequenos negócios (cafés e restaurantes, entre outros).

 

Consumidor tem direito a pagar acertos elevados em 12 prestações

 

Os regulamentos do sector eléctrico que entraram em vigor este mês, e que valem para os próximos três anos, prevêem novas condições ao nível das relações comerciais que vêm proteger os consumidores em caso de acertos de elevado montante.

 

O regulamento das relações comerciais estipula, no seu Artigo 131º, que na baixa tensão normal "sempre que o acerto de facturação baseada em estimativas de consumo resulte em valor igual ou superior ao do consumo médio mensal da instalação consumidora nos seis meses anteriores ao mês em que é realizado esse acerto, o operador de rede de distribuição deve informar desse facto o comercializador ou o comercializador de último recurso responsável pelo fornecimento de electricidade ao respectivo cliente".

 

Depois, o comercializador de electricidade tem de dar ao consumidor a possibilidade de regularizar o acerto em prestações. "O comercializador ou o comercializador de último recurso deve apresentar ao cliente, na factura de acerto, um plano de regularização plurimensal do valor em dívida, num máximo de 12 fracções nos termos do qual o valor a regularizar em cada factura individualmente considerada não deve exceder a percentagem do consumo médio mensal aprovada pela ERSE". 

Ver comentários
Saber mais EDP facturação facturas acertos Aguiar da Beira
Outras Notícias