Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP compra empresa de parques eólicos nos EUA (act)

A Energias de Portugal anunciou hoje a aquisição de uma empresa de parques eólicos nos Estados Unidos, a Horizon Wind Energy, numa transacção que avalia a empresa americana em 2,15 mil milhões de dólares (1,61 mil milhões de euros). Com esta aquisição a E

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 27 de Março de 2007 às 08:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Energias de Portugal anunciou hoje a aquisição de uma empresa de parques eólicos nos Estados Unidos, a Horizon Wind Energy, numa transacção que avalia a empresa americana em 2,15 mil milhões de dólares (1,61 mil milhões de euros).

Num comunicado, a empresa liderada por Antónimo Mexia adianta que celebrou hoje com a Goldman Sachs Group, Inc. Um contrato de compra e venda de 100% do capital social da Horizon Wind Energy LLC, "uma empresa líder no desenvolvimento, gestão e operação de parques eólicos nos Estados Unidos da América.

A EDP não adianta o valor final do negócio, especificando que esta transacção valoriza os capitais próprios da Horizon em 2.150 milhões de dólares (1,61 mil milhões de euros).

No final de 2006 a Horizon tinha uma dívida líquida de 180 milhões de dólares (135 milhões de euros), sendo que o valor da aquisição será ajustado aos investimentos incorridos, que estão estimados em 600 milhões de dólares (451 milhões de euros).

Para financiar esta aquisição, que deverá estar concluída no final do segundo trimestre, a EDP diz que será realizado um empréstimo bancário, além de "entradas em dinheiro de um parceiro de investimento em ‘tax equity’, encontrando-se ambos acordados em regime de ‘underwriting’".

Mercado com perspectivas de elevado crescimento

A empresa liderada por Mexia, no comunicado, explica os fundamentos desta aquisição, explicando que esta permite antecipar "o cumprimento das linhas estratégicas definidas para o período 2007-2010".

A Horizon permite à EDP reforçar "a posição de liderança no sector das energias renováveis", ao mesmo tempo que viabiliza a "entrada da EDP, com uma posição de liderança, no mercado dos Estados Unidos da América, o qual apresenta perspectivas de elevado crescimento".

O plano estratégico anunciado pela EDP no ano passado estabelecia como objectivo a EDP estar no top 5 mundial nas energias renováveis.

3.800 MW até ao final do ano

A EDP adianta que, com a aquisição da Horizon, "tornar-se-à num ‘player’ líder a nível mundial no sector das energias renováveis com mais de 3.800 MW brutos de capacidade de produção em operação até ao final de 2007".

A Horizon detém actualmente 559 MW brutos de capacidade eólica em operação e 997 MW de projectos em construção, cuja entrada em operação se espera que venha a ocorrer até ao final de 2007, perfazendo um total de 1.556 MW brutos (1.324 MW líquidos).

Para além disso, a empresa americana tem em estudo um conjunto de projectos atractivo em diferentes fases de desenvolvimento em 15 Estados com uma capacidade de produção potencial total de mais de 9.000 MW.

"Os activos da Horizon constituem um "portfolio" de elevada qualidade, nomeadamente em virtude da presença em mercados energéticos de grande liquidez e diversificação, de uma importante implantação nos principais Estados com Renewable Portfolio Standards ("RPS"), e da disponibilidade de locais de desenvolvimento de parques com elevado recurso eólico", refere o comunicado da EDP.

O Citigroup actuou como assessor financeiro da EDP e a Skadden, Arps, Slate, Meagher & Flom LLP, Chadbourne and Parke LLP e a Morais Leitão, Galvão Teles, Soares da Silva & Associados actuaram como assessores jurídicos da EDP.

Outras Notícias