Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP perdeu até agora 3% do consumo nacional

A Electricidade de Portugal (EDP) garantiu 70% dos consumidores que abandonaram o sistema vinculado até agora, com os clientes da alta e média tensão industriais, tendo perdido o correspondente a 3% do consumo total de electricidade em Portugal, afirmou h

Ana Suspiro asuspiro@mediafin.pt 12 de Julho de 2004 às 16:37
  • Partilhar artigo
  • ...

A Electricidade de Portugal (EDP) garantiu 70% dos consumidores que abandonaram o sistema vinculado até agora, com os clientes da alta e média tensão industriais, tendo perdido o correspondente a 3% do consumo total de electricidade em Portugal, afirmou hoje o presidente executivo da eléctrica, João Talone.

A EDP fez hoje o pré-lançamento da sua nova imagem corporativa, a pensar na liberalização do mercado aos consumidores domésticos ainda este ano e no Mibel (mercado ibérico de electricidade).

No nome, a energia substitui a electricidade, Energias de Portugal. No logo, o sorriso e o vermelho tomam lugar da turbina azul. Embora a nova imagem só comece a ser lançada a sério a partir de Setembro, ontem a empresa fez o pré-anúncio cumprindo um calendário interno que foi definido a partir do calendário da própria liberalização.

Apesar de alguns «deslizes» no calendário político e legislativo, que o presidente executivo da empresa, João Talone desvaloriza, esta realidade vai chegar no último trimestre do ano. E a empresa está já a preparar-se para a concorrência.

A nova imagem da EDP não corresponde àquilo que a empresa é hoje, mas ao que pretende ser no futuro, explica João Talone. A opção pela cor vermelha é um sinal da agressividade comercial para a qual empresa afirma estar a preparar-se, não obstante João Talone acreditar que o mercado vai evoluir de forma menos rápida.

A imagem tem como ideia central a proximidade com o cliente, e é figurada num sorriso. O objectivo, explicou o responsável da empresa de marcas «My Brand», Braz Frade – responsável pela nova imagem da eléctrica –, é apostar na simplicidade, proximidade e transparência com o cliente, por oposição à imagem que a tem actualmente. Este pretende ser o elemento diferenciador em clima concorrencial.

Numa empresa que quer ser popular, o primeiro grande evento a ser patrocinado é a Volta a Portugal em bicicleta. A partir de Setembro haverá outras iniciativas, mas a EDP não revela para já quanto pensa investir nesta nova imagem.

As ações da companhia [EDP] fecharam a valorizar 1,74%, para 2,34 euros.

Ver comentários
Outras Notícias