Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP prevê poupanças de 70 milhões de euros com pré-reformas

A Electricidade de Portugal (EDP) prevê poupar 70 milhões de euros, com gastos que deixará de assegurar após a saída de empregados para pré-reformas, no âmbito da reestruturação dos recursos humanos prevista até final do próximo ano.

Bárbara Leite 31 de Outubro de 2003 às 15:55
  • Partilhar artigo
  • ...

A Electricidade de Portugal (EDP) prevê poupar 70 milhões de euros, com gastos que deixará de assegurar após a saída de empregados para pré-reformas, no âmbito da reestruturação dos recursos humanos prevista até final do próximo ano.

Na conferência de analistas, a eléctrica nacional apontou este valor como a diferença entre os custos com pré-reformas e os gastos que deixará de ter com ordenados, contribuições, telefones, entre outros custos, na hipóteses dos colaboradores aguardarem a reforma em casa, disseram ao Canal de Negócios analistas que estiveram presentes na conferência.

A EDP tem prevista a redução, entre este ano e o próximo, de 1.300 a duas mil pessoas do grupo para adequar a empresa à realidade conjuntural.

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) autorizou que a eléctrica repasse para as tarifas, a partir de 2005, os custos com reformas e pré-reformas. A EDP pode transferir até 485,7 milhões de euros, em 20 anos, para a factura dos consumidores.

As acções da EDP seguiam a cair 0,51% para os 1,95 euros.

Ver comentários
Outras Notícias