Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Eléctrica chinesa CPI quer ser accionista de referência da EDP

As duas empresa assinaram hoje um protocolo que prevê "a eventual entrada, enquanto accionista de referência, no capital da EDP", disse Mexia

Lusa 07 de Novembro de 2010 às 01:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A companhia eléctrica chinesa China Power International (CPI) anunciou o interesse de entrar como accionista de referência no capital da portuguesa EDP, disse hoje o presidente executivo da EDP, António Mexia.

As duas empresa assinaram hoje um protocolo que prevê "a eventual entrada, enquanto accionista de referência, no capital da EDP", disse Mexia no final de uma assinatura de acordos institucionais e empresarias por ocasião do encontro entre o primeiro-ministro português e o presidente chinês, Hu Jintao.

"A entrada [no capital] faz-se através do mercado", disse ainda António Mexia, afirmando que a CPI, até agora, só manifestou intenção.

“É um trabalho que vamos agora fazer, mas que se insere naquilo que tem sido a política seguida nos últimos anos de encontrarmos parceiros (...) que fazem com que haja um núcleo que permite dar mais força e também maior capacidade nesta globalização da EDP", acrescentou António Mexia.

O presidente executivo da EDP acrescentou que “isto parece muito importante pela partilha da visão da companhia, quanto ao peso das renováveis, eficiência energética e sobre a visão dos mercados".

O protocolo hoje assinado entre a CPI e a EDP prevê também o estabelecimento de uma parceria de cooperação empresarial relativo à companhia de electricidade de Macau.

É um acordo de cooperação nas novas energias e cooperação entre empresas, para apoios mútuos nos projectos na Ásia, Europa, África e Brasil.

Ver comentários
Saber mais China Power International (CPI) EDP Mexia
Mais lidas
Outras Notícias