Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Empresa chinesa vai fornecer painéis solares para Moura

A Acciona Energía assinou um acordo com o grupo chinês Yingli para o fornecimento de painéis solares num total de 42 megawatts (MW) de potência fotovoltaica, destinados à primeira fase de construção da central solar de Moura.

Negócios negocios@negocios.pt 14 de Novembro de 2006 às 10:25

A Acciona Energía assinou um acordo com o grupo chinês Yingli para o fornecimento de painéis solares num total de 42 megawatts (MW) de potência fotovoltaica, destinados à primeira fase de construção da central solar de Moura.

Segundo o acordo assinado na sede da Acciona Energía, pelo director-geral da empresa espanhola, Fermín Gembero, e o seu homólogo chinês, Liangsheng Miao, a empresa espanhola poderá ainda vir a adquirir 20 MWp à Yingli para a segunda fase de construção da central de Moura.

No "portfólio", a Acciona conta já com a implantação de 35% da potência fotovoltaica conectada à rede espanhola. Tem em instalação ou em fase de construção mais de 25 MW, em que se inclui na sua maioria o projecto "hortas solares", uma iniciativa considerada pioneira e que conta com a maior fábrica fotovoltaica de Espanha (1,2 MW) em Tudela, Navarra.

A Acciona é ainda responsável pela construção no deserto de Nevada (EUA) da uma fábrica de solar termoeléctrico com uma potência de 64 MW, "a maior dos últimos 15 anos", de acordo com a empresa.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio