Empresas Empresas de restauração no sul de Portugal são das que mais querem contratar no Verão

Empresas de restauração no sul de Portugal são das que mais querem contratar no Verão

Inquérito revela que dois dos sectores que mais querem contratar são a agricultura, pesca e florestas, e a restauração e hotelaria.
Empresas de restauração no sul de Portugal são das que mais querem contratar no Verão
Bruno Simão
Negócios 14 de junho de 2016 às 14:01
A maioria das empresas portuguesas (76%) não pretende contratar mais trabalhadores nos próximos três meses. Apenas 16% das companhias pretendem reforçar a sua força de trabalho, enquanto 6% planeiam despedir.

Estas são algumas das conclusões do primeiro inquérito nacional Manpower Employment Outlook Survey divulgado esta terça-feira, 14 de Junho, que inquiriu 629 empresas em Portugal.

O sector que mais pretende contratar é o da Agricultura, Floresta e Pescas (27%), com quase um terço dos inquiridos a dizer que planeia contratar durante o terceiro trimestre. As intenções de contratação também são elevadas no sector dos Transportes, Logística e Comunicações (22%) e na Restauração e Hotelaria (20%). O sector público (-2%) é o único onde as intenções de contratar são negativas.

Por tamanho das empresas, as perspectivas de contratação são mais elevadas nas grandes (15%) e pequenas empresas (11%). Já nas micro (8%) e médias (6%), as intenções são mais baixas.

Por regiões, as intenções de contratar são mais elevadas a Sul, com 13% dos empregadores desta área a revelarem que pretendem contratar durante os próximos três meses. Já na Grande Lisboa, as intenções são mais modestas (7%).

Cruzando os dados por sector e região, verifica-se que no Sul a intenção de contratar é mais elevada no sector da Restauração e Hotelaria (20%). "Parece natural que no Sul, onde o turismo tem maior relevância durante os meses de verão, exista maior necessidade de contratar", aponta em comunicado o responsável da Manpower em Portugal, Nuno Gameiro.

O inquérito da Manpower foi introduzido há 50 anos e é realizado actualmente em mais de 43 países e territórios e foi agora lançado em Porttugal. "Este inquérito tem sido considerado um dos indicadores mais fidedignos para o emprego, e agora, com o lançamento do mesmo em Portugal, temos a oportunidade de partilhar também as tendências do emprego", disse Nuno Gameiro.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI