Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Encomendas à indústria alemã crescem menos do que o previsto

As encomendas à indústria alemã subiram 0,8% em Setembro, quando os economistas antecipavam um avanço de 2,3%. É mais um sinal de que a maior economia da Europa deverá ter dificuldades em crescer no segundo semestre deste ano.

Bloomberg
Rita Faria afaria@negocios.pt 06 de Novembro de 2014 às 09:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

As encomendas à indústria alemã subiram menos do que o esperado em Setembro, dando sinais de que a maior economia europeia poderá falhar as estimativas de crescimento no segundo semestre deste ano.

 

O número de encomendas, ajustado às variações sazonais e à inflação, avançou 0,8% em Setembro, depois da quebra de 4,2% registada em Agosto, de acordo com os dados divulgados esta quinta-feira, 6 de Novembro, pelo Ministério da Economia alemão.

 

Os economistas consultados pela Bloomberg antecipavam uma subida de 2,3%. Em comparação com o mesmo mês do ano anterior, as encomendas à indústria caíram 1%.

 

A Comissão Europeia cortou as suas estimativas de crescimento para a Zona Euro, incluindo as previsões para países como a Alemanha, França e Itália. A economia germânica contraiu no segundo trimestre deste ano, e o Bundesbank (banco central alemão) prevê pouco ou nenhum crescimento até ao final do ano, em parte devido às sanções ditadas pela Rússia, que penalizaram as exportações da Alemanha. 

Ver comentários
Saber mais Bloomberg Banco Central Europeu BCE economia negócios e finanças indústria
Outras Notícias