Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Energias do Brasil quer duplicar produção hídrica

A Energias do Brasil concretizou a vontade, já anunciada, de aumentar o peso da produção nas suas actividades, considerando que poderá duplicar a actual capacidade e investir três mil milhões de reais (922 milhões de euros) nos novos leilões de centrais h

Bárbara Leite 29 de Abril de 2005 às 06:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Energias do Brasil concretizou a vontade, já anunciada, de aumentar o peso da produção nas suas actividades, considerando que poderá duplicar a actual capacidade e investir três mil milhões de reais (922 milhões de euros) nos novos leilões de centrais hídricas que serão licitados pelo Governo brasileiro em Outubro próximo, disse Custódio Miguéns, vice-presidente para a geração da subsidiária brasileira e presidente da Enerpeixe, criada para a construção da hidroeléctrica Peixe Angical, no rio Tocantins, a 330 km ao sul de Palmas (capital do estado de Tocantins).

Num encontro antes do evento da segunda fase do desvio do rio Tocantins para o início das operações desta central, o executivo português declarou que a EDP e a parceira Furnas, do grupo estatal Eletrobrás, vão concorrer à exploração de uma capacidade de cerca de mil megawatts de potência de energia no novo concurso, o que significa dizer, que, caso ganhem todas as centrais em participaram, a empresa vai duplicar a actual potência energética em geração.

(leia mais no Jornal de Negócios de hoje)

Ver comentários
Outras Notícias