Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Entidades patronais catalãs admitem que nacionalismo as prejudica

Empresas da Catalunha consideram que a deriva soberanista, seguida por Artur Mas, aliada à política fiscal, lhes retira competitividade face a Madrid.

Catalunha pede mais dinheiro ao fundo de liquidez espanhol
David Santiago dsantiago@negocios.pt 21 de Agosto de 2013 às 20:22
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...

Uma notícia, esta quarta-feira, do diário espanhol “ABC”, revela a insatisfação, de algumas das maiores empresas catalãs, relativamente à política centrada no nacionalismo do Governo Autonómico da Catalunha (Generalitat), desde que foi eleito em Dezembro de 2010.

 

O jornal cita o porta-voz do PP no parlamento da Catalunha, Enric Millo: “De governo amigo dos negócios a governo amigo da independência.” Esta convicção acompanha o sentimento dos grandes empresários, e suas organizações patronais, catalães que têm pressionado o governo de Artur Mas sem grande êxito, até ao momento.

 

Millo acusa a coligação de governo de Mas (CiU) de, em apenas alguns meses, ter deixado de acordar os orçamentos da Generalitat com a população, para se juntar à Esquerda Republicana da Catalunha na tentativa de impulsionar o processo de independência.

 

Este descontentamento surge numa altura em que um estudo feito pela Comunidade de Madrid sustenta que desde 2010 estabeleceram-se 1.060 empresas catalãs na capital espanhola.

 

Apesar da maioria dos empresários contactados pelo “ABC” atribuírem estas deslocações, essencialmente, aos incentivos económicos atribuídos por Madrid, outros não negligenciam o facto do processo soberanista e consequente instabilidade prejudicarem o investimento, o que acaba por originar os movimentos das empresas.

 

Porém, aquilo que une a generalidade dos empresários catalães é a oposição à política fiscal do governo de Mas, que retira capacidade competitiva às empresas baseadas na Catalunha. Organizações como o Círculo da Economia ou a Promoção do Trabalho fizeram chegar junto da Generalitat várias queixas relacionadas com o aumento da pressão fiscal. 

Ver comentários
Saber mais Catalunha Artur Mas
Outras Notícias