Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ericsson Portugal com volume de negócios de 117,1 milhões de euros em 2003

A Ericsson Portugal facturou, em 2003, 117,1 milhões de euros, um decréscimo de 26,4% face ao ano anterior, altura em que o volume de negócios foi de 159,3 milhões, anunciou hoje a subsidiária portuguesa.

Negócios 10 de Fevereiro de 2004 às 16:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Ericsson Portugal facturou, em 2003, 117,1 milhões de euros, um decréscimo de 26,4% face ao ano anterior, altura em que o volume de negócios foi de 159,3 milhões, anunciou hoje a subsidiária portuguesa.

Fátima Raimondi, a nova presidente executiva da Ericsson Portugal (que sucede no cargo a Ingemar Naeve), lembra, no entanto, que este decréscimo da Ericsson Portugal foi menor do que o apurado pelo mercado que, segundo cálculos da fornecedora de equipamentos, situou-se entre 30-35%.

O volume de encomendas em 2003 situou-se nos 124 milhões de euros, anunciou Fátima Raimondi.

Para este ano, a empresa já estima que o mercado possa obter um crescimento de 5/6%.

Ainda que tenha decrescido, o volume de negócios de 2003 foi influenciado positivamente por uma encomenda da Unitel, operador angolano do grupo Portugal Telecom. No entanto, não chegou para compensar totalmente a queda no mercado português. Fátima Raimondi salienta como projectos mais relevantes em 2003 o desenvolvimento das redes UMTS e os projectos dos novos estádios em termos de teelcomunicações.

Fátima Raimondi assumiu agora a presidência executiva da Ericsson Portugal está há 10 anos nesta subsidiária da Ericsson, tendo anteriormente passado por outras subsidiárias.

Outras Notícias