Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Estado aloca cerca de 467 milhões de euros da privatização dos CTT para amortizar dívida pública

A operação de privatização dos CTT, até ao momento, gerou 519,5 milhões de euros. Desse valor o Estado irá alocar 467 milhões de euros para amortizar dívida pública, como se pode ler no despacho publicado esta quarta-feira, no Diário da República.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 08 de Janeiro de 2014 às 10:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

A colocação dos CTT em Bolsa, já gerou uma receita líquida provisória de 519.530.983,60 euros, como é descrito no Despacho publicado esta quarta-feira, 8 de Janeiro, em Diário da República.

 

Desta forma, a tutela de Maria Luís Albuquerque defeniu que a receita provisória obtida com a operação de privatização da CTT – Correios de Portugal seja aplicada do seguinte modo: 52.633.098,36 euros para a Parpública para amortização da dívida

do sector empresarial do Estado e o remanescente, no montante de 466.897.885,24 euros, para amortização da dívida pública.

 

“Após o apuramento definitivo das receitas líquidas, sejam determinados e ajustados os valores finais da operação, para posterior afectação às finalidades previstas no número anterior”, segundo o mesmo despacho.

 

Fica também definido que a Parpública registe as correspondentes contrapartidas da operação realizada, podendo ser definidas, posteriormente, outras formas de compensação por parte do Estado.

Ver comentários
Saber mais CTT privatização Estado dívida pública Bolsa
Outras Notícias