Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Europac: Preços não serão afectados apesar da nova legislação na cogeração

Novas tarifas para as centrais de produção de electricidade em simultâneo com vapor não vão alterar a situação tarifária da espanhola Europac. Mas a empresa deixa críticas à decisão do Governo.

  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Europac não vai alterar os preços apesar da revisão das tarifas na produção de energia em cogeração.

A empresa espanhola, com uma central de cogeração (que produz vapor e electricidade, ao mesmo tempo) em Viana do Castelo, garante, em comunicado distribuído pelas redacções, que as novas tarifas, definidas pelo governo para cortar nos custos com a Energia, “não alteram a actual situação tarifária da empresa”.

Ainda assim, a espanhola deixa críticas à decisão do governo. “Considerar a cogeração simplesmente produção de energia é uma análise muito limitada. Não é uma questão de custo, mas sim de competitividade de uma importante indústria exportadora”, defende o conselheiro delegado da Europac, Enrique Isidro, citado pelo comunicado.

Na semana passada, o governo apresentou cortes nos custos eléctricos numa poupança que deverá ascender a 1,8 mil milhões de euros até 2020. A poupança no que diz respeito à cogeração acaba com parte das tarifas bonificadas a que têm direito os produtores das centrais que produzem energia através das duas fontes. Nesse período até 2020, a poupança com a cogeração – para a qual “todos os produtos irão contribuir”, segundo Álvaro Santos Pereira, – será superior a 700 milhões de euros.

A empresa de papel espanhola é uma das que acaba por sair penalizada por esta revisão das tarifas no sector, já que o sector de pasta e papel é um dos que sente o impacto da medida.

A Europac apresentou uma quebra dos lucros de 19,6 milhões de euros, no primeiro trimestre de 2011, para 420 mil euros no mesmo período de 2012.
Ver comentários
Saber mais Europac cogeração energia Álvaro Santos Pereira
Outras Notícias