Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Explosão no local de lançamento da SpaceX em Cabo Canaveral

A deflagração ocorreu durante testes de lançamento do foguetão Falcon 9, que no sábado deveria transportar um satélite de comunicações israelita. Não há feridos, mas o foguetão e a carga ficaram destruídos.

Reuters
Paulo Zacarias Gomes paulozgomes@negocios.pt 01 de Setembro de 2016 às 15:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Um foguetão Falcon 9, da empresa SpaceX - detida por Elon Musk, o dono da Tesla – explodiu esta quinta-feira, 1 de Setembro, em Cabo Canaveral, Florida, durante testes de lançamento.


De acordo com a Reuters, a explosão ocorreu na zona de onde o foguetão deveria ser lançado no próximo sábado, transportando um satélite israelita. Um porta-voz da Força Aérea deu conta de uma explosão "significativa" no complexo de lançamento 40, alugado à SpaceX, pouco depois das 9:00 locais (14:00 em Portugal Continental).

À agência noticiosa, a SpaceX refere que o incidente teve origem numa anomalia na zona de lançamento e que não provocou feridos. Tanto o foguetão como a carga - o satélite de comunicações detido pela Spacecom - ficaram destruídos.


"A SpaceX pode confirmar que, no teste de lançamento, houve uma anomalia na plataforma que resultou na perda do veículo e da sua carga. De acordo com os procedimentos-padrão, a plataforma estava vazia e não houve feridos", refere um comunicado da empresa.

As várias deflagrações que se seguiram foram sentidas a quilómetros de distância. Uma nuvem de fumo negro era visível no ar, a sair daquelas instalações, referem meios de comunicação social norte-americanos.

A NASA – que contrata serviços à SpaceX – refere que a agência estatal não está envolvida no incidente. A SpaceX foi criada em 2002 com o objectivo de reduzir os custos das viagens espaciais, com o objectivo de levar a primeira expedição não tripulada a Marte em 2018 e enviar humanos àquele planeta em 2024.

O Falcon 9 tem 70 metros de altura e 3,7 metros de diâmetro, contando com nove foguetes. A potência de lançamento é semelhante à obtida com a descolagem de cinco Boeing 747 na máxima força.

(Notícia actualizada às 16:00 com mais informação)

Ver comentários
Saber mais SpaceX Elon Musk Florida EUA Falcon Bloomberg NASA economia negócios e finanças minérios e metais
Outras Notícias