Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fecho da Tegael ameaça 400 empregos em Coruche

A empresa de infra-estruturas Tegael está a preparar-se para encerrar a sua actividade. Em causa estarão 400 empregos na região. Presidente da Câmara vai hoje falar com a administração da empresa para tentar encontrar uma solução.

Alexandra Noronha anoronha@negocios.pt 16 de Janeiro de 2012 às 17:06
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...
A empresa de infra-estruturas Tegael está a preparar-se para encerrar a sua actividade, localizada na região de Coruche. A empresa adiantou em comunicado que "foram envidados todos os esforços por parte da Administração da Empresa de forma a minimizar os impactos negativos que a mesma [cessação de actividade] implicará para todas as partes envolvidas". A empresa explicou no entanto que "trata-se de uma situação de cessação de actividade programada e não de insolvência, garantindo assim o total cumprimento das responsabilidades assumidas".

O presidente da Câmara de Coruche, Dionísio Mendes, adiantou ao Negócios que a empresa, detida na sua maioria pela Telcabo, irá colocar em risco 400 empregos na região. "O objectivo será mesmo extinguir a empresa", adiantou o autarca, que se irá deslocar hoje às instalações da companhia, que actua na área das infra-estruturas do gás, electricidade e telecomunicações.

Segundo Dionísio Mendes, a Tegael tinha já um plano para dispensar 70 pessoas, que foi comunicado em Dezembro passado, mas não terá conseguido obter o financiamento de 500 mil euros (parte de um empréstimo de 1,5 milhões) para levar a cabo a estratégia. "Decidiram depois encerrar a empresa", explicou o autarca.

A empresa disse que "vem apresentando uma contracção acentuada da sua actividade não se prevendo mesmo a prazo uma inflexão da mesma, traduzindo-se assim numa situação que se antevê de média /longa duração. Neste sentido, a empresa estudou e tomou um conjunto de medidas para poder fazer face às suas responsabilidades, tendo em consideração a sua situação actual", adianta o mesmo comunicado.

A Tegael diz ainda que "está desde já a trabalhar no sentido de nomear uma Comissão de Cessação de Actividade, para a qual convidará um representante dos trabalhadores, tendo já accionado os mecanismos necessários de comunicação a todas as partes interessadas e intervenientes no processo".

A Tegael ficou conhecida pelas obras que levou a cabo no mercado irlandês, numa altura em que o seu accionista maioritário era a construtora Somague.
Ver comentários
Saber mais Tegael Coruche
Outras Notícias