Transportes Fernando Medina: Depois de linha circular, linha vermelha será prioridade

Fernando Medina: Depois de linha circular, linha vermelha será prioridade

O presidente da Câmara de Lisboa salientou no Parlamento que a expansão da linha vermelha para Campolide, Campo de Ourique, Alcântara e até ao Alvito será a próxima prioridade ao nível do financiamento.
Fernando Medina: Depois de linha circular, linha vermelha será prioridade
Miguel Baltazar
Maria João Babo 13 de março de 2018 às 15:19

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, sublinhou esta terça-feira no Parlamento que, depois da concretização do projecto de criação de uma linha circular do Metro de Lisboa, ligando as estações do Rato e Cais do Sodré, o que ficou definido com o Governo é o avanço de estudos técnicos para a linha vermelha, que será "a prioridade imediata ao nível do financiamento".

 

Na comissão de Economia, Inovação e Obras Públicas, onde foi chamado juntamente com outros autarcas da área metropolitana de Lisboa sobre a expansão da rede do metro da capital, Fernando Medina salientou a importância da extensão da linha vermelha de São Sebastião da Pedreira a Campolide, Campo de Ourique, a Alcântara e até ao Alvito. Um projecto que, salientou, deve ocorrer a par da integração da linha de Cascais na linha de cintura e do projecto de expansão da rede de eléctricos "que se deve cruzar com o metro".

 

O presidente da Câmara de Lisboa destacou ainda a necessidade de um estudo da expansão da linha vermelha no sentido oposto, para as zonas do aeroporto, Telheiras e Pontinha, designadamente integrado na negociação do novo aeroporto.

 

O autarca sublinhou assim que depois da concretização do projecto de criação da linha circular "outros investimentos se vão seguir". No entanto sublinhou que o projecto de expansão do metropolitano anunciado pelo Governo em Maio de 2017 é "um projecto pelo qual a cidade ansiava".




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo 13.03.2018

Este está a ver se candidata ao SLB. Passaria a SóLambeBotas! Ah pois pois, a linha vermelha, do soviete supremo.

Anónimo 13.03.2018

Continuam esgotadas as pastilhas para a azia general faça um chá tilia que ajuda ... grande vitória do CDS em Lisboa... e a Aparição Cristas nunca lá apareceu... passou as senhas de presença a um outro boi qualquer... agora pede 116 deputados.. Se 1 ela não aproveitou o que fará com 116... #112

General Ciresp 13.03.2018

Ate este choninha e"CHAPA GANHA,CHAPA GASTA" como o resto da familia e depois vai pedir aos privados q lhe cozam as calcas rotas no CU.Choraminga teatral.

Anónimo 13.03.2018

Aqui está , vale gastar + 1000, do que dar 100 aos nacionais para os atrair. É uma técnica fascizante, usada pelos
latifundiários alentejanos antes do 25 de Abril, que as confederações patronais actuais estão a recorrer.

ver mais comentários
pub