Automóvel Ford corta mais postos de trabalho e descontinua modelos na Europa

Ford corta mais postos de trabalho e descontinua modelos na Europa

A Ford planeia reduzir centenas de postos de trabalho e descontinuar alguns modelos na Europa, como parte do plano de reestruturação para reforçar a solidez do grupo numa região onde a guerra de preços e o excesso de capacidade pressionam o sector.
Ford corta mais postos de trabalho e descontinua modelos na Europa
Bloomberg
Inês F. Alves 03 de fevereiro de 2016 às 12:57

Com o objectivo de melhorar o desempenho em solo europeu, a segunda maior produtora automóvel dos EUA está a recorrer a rescisões amigáveis para diminuir postos de trabalho e vai descontinuar alguns modelos de carros.

Segundo avança o The Wall Street Journal esta quarta-feira, 3 de Fevereiro, a Ford espera chegar a acordo com centenas de trabalhadores para reduzir a força de trabalho na Europa. Sem adiantar quantos postos de trabalho pretende cortar, a expectativa da empresa é conseguir poupar 200 milhões de dólares por ano com esta medida (cerca de 183 milhões de euros).

Ao mesmo tempo, a Ford pretende descontinuar alguns modelos de carros menos lucrativos na Europa, focando-se em modelos com mais sucesso e em utilitários desportivos. O objectivo é tornar-se mais competitiva num mercado pressionado pelo excesso de capacidade produtiva e por uma guerra de preços, escreve o The Wall Street Journal.


A empresa tem em curso desde 2012 um plano de reestruturação do negócio europeu, que já conduziu ao encerramento de três fábricas e à saída de 5.700 trabalhadores.


"O objectivo é simples", disse Jim Farley, responsável europeu da marca, ao The Wall Street Journal: "um rendimento vibrante e sustentável, em que tenhamos retorno tanto nos bons como nos maus momentos". Farley não quis adiantar que modelos serão descontinuados.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI