Empresas Fosun mostrou ter capacidade financeira de 1.500 milhões

Fosun mostrou ter capacidade financeira de 1.500 milhões

O grupo chinês Fosun vai financiar a compra de 80% dos seguros da CGD com fundos próprios. Segundo revelou o secretário de Estado das Finanças, o vencedor da privatização da Caixa Seguros deu garantias financeiras correspondentes a 150% do preço oferecido, ou seja, de 1.500 milhões de euros.
Fosun mostrou ter capacidade financeira de 1.500 milhões
Maria João Gago 09 de janeiro de 2014 às 16:38

A compra da Caixa Seguros pela Fosun vai ser “financiada com fundos próprios”, tendo o vencedor da privatização dado garantias de ter uma capacidade financeira equivalente a 150% do valor oferecido, revelou Manuel Rodrigues no final do Conselho de Ministros. Ou seja, o comprador demonstrou ter fundos disponíveis no valor de 1.500 milhões de euros, 50% acima dos 1.000 que vai pagar por 80% dos seguros da CGD.

 

O secretário de Estado das Finanças sublinhou que “o Governo nunca teria aceitado nenhuma proposta que não assegurasse todas as condições” financeiras, afastando qualquer receio face à possibilidade de a agência de rating Moody’s baixa a notação de risco da Fosun por causa da compra da Caixa Seguros.

 

“Os assessores financeiros e jurídicos garantiram a capacidade financeira de ambos” os candidatos finais, que apresentaram “duas boas propostas, o que significa o regresso da confiança”, sublinhou Manuel Rodrigues.

 

Quanto à Fosun, o secretário de Estado sublinhou que está em causa “um dos maiores grupos chineses”, que “é sócio da Prudential, maior seguradora dos Estados Unidos, na Pramerica Fosun Life Insurance, e parceiro do Banco Mundial na Peak Reinsurance, além de ter um terceiro negócio segurador”.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI