Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

F.Ramada regista lucros de 442 mil euros

A F.Ramada Investimentos registou lucros de 442 mil euros entre o dia 2 de Junho e 31 de Dezembro de 2008. A empresa sublinha que atendendo à recente constituição da F. Ramada Investimentos, não se apresenta informação financeira comparativa com o período homólogo de 2007 e diz que, para 2009, as perspectivas são "bastante negativas" devido à crise.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 27 de Março de 2009 às 18:26
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
A F.Ramada Investimentos registou lucros de 442 mil euros entre o dia 2 de Junho e 31 de Dezembro de 2008. A empresa sublinha que atendendo à recente constituição da F. Ramada Investimentos, não se apresenta informação financeira comparativa com o período homólogo de 2007 e diz que, para 2009, as perspectivas são “bastante negativas” devido à crise.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa revela que as receitas ascenderam a 75,098 milhões de euros e que o EBITDA, ou “cash flow” operacional foi de 5,557 milhões de euros.

A F.Ramada Investimentos explica que o Grupo Ramada compreende duas actividades de negócio: Indústria, que inclui as actividades dos Aços especiais e Sistemas de Armazenagem; e Imobiliária, “que representa, em grande parte, terrenos florestais que se encontram arrendados”.

“Com o objectivo de uma melhor compreensão, por parte do mercado em geral, da performance do Grupo Ramada, optou-se por apresentar a informação financeira e operacional deste grupo referente ao exercício de 2008 em comparação com o período homólogo de 2007”, sublinha a mesma fonte.

A empresa realça, no entanto, que “para efeitos de consolidação da F. Ramada Investimentos, apenas foi incluída nas demonstrações financeiras em 31 de Dezembro de 2008, a actividade deste grupo relativa ao período de 2 de Junho de 2008 a 31 de Dezembro de 2008”.

Em 2008 os proveitos operacionais do Grupo Ramada ascenderam a 126,212 milhões de euros, apresentando um crescimento de 14,3% face aos proveitos operacionais de 2007 que foram de 110, 455 milhões de euros.

O resultado líquido ascendeu a 2,723 milhões de euros, inferior em 62,9% ao registado em 2007, de 7,3 milhões de euros.

“Os resultados de 2008 foram negativamente afectados pela grande instabilidade dos preços das matérias-primas”, sublinha a empresa.

A mesma fonte acrescenta que, “com o objectivo de adequar a estrutura de custos a um nível de actividade mais baixo, o Grupo Ramada procedeu a um ajustamento dos recursos humanos, tendo o custo com as rescisões influenciado negativamente o EBITDA em cerca de 2 milhões de euros”.

Para 2009 a empresa afirma que a “grave crise financeira mundial que se vive actualmente e a grande incerteza que rodeia a evolução da economia europeia”, faz com que as perspectivas “sejam bastante negativas”.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias