Tecnologias França: Airbnb deixa de aceitar cartões envolvidos em suspeitas de evasão fiscal

França: Airbnb deixa de aceitar cartões envolvidos em suspeitas de evasão fiscal

A Airbnb concordou em retirar da sua plataforma a possibilidade que pagamentos sejam feitos com cartões Payoneer. Estes cartões permitem que os proprietários de casas recebam pagamentos sem que o dinheiro passe por contas bancárias.
França: Airbnb deixa de aceitar cartões envolvidos em suspeitas de evasão fiscal
Ana Laranjeiro 12 de dezembro de 2017 às 12:28

Os utilizadores do Airbnb em França já não podem fazer pagamentos com os cartões pré-pagos Payoneer. Em causa estão suspeitas de evasão fiscal.

A pressão vinha em crescendo. O ponto alto foi atingido esta segunda-feira, 11 de Dezembro, quando o ministro francês das Finanças, Bruno Le Maire, convocou o director da Airbnb em França, Emmanuel Marill, para um encontro, avança o jornal Le Figaro.

Após o encontro, a plataforma que permite o aluguer de casas em regime de curta duração, decidiu deixar de permitir que sejam feitos pagamentos com o cartão pré-pago da Payoneer. Apesar desta medida, a Airbnb, citada pelo jornal, reafirmou que todos os métodos de pagamento que são disponibilizados, incluindo os cartões Payoneer, são "legais e têm as permissões necessárias para operar em França". A start-up acrescentou também que quer responder "às preocupações sobre o possível abuso de um cartão de débito".

Em comunicado, citado pela Reuters, o Ministério das Finanças defende que "esta decisão responsável permite evitar qualquer oportunidade a uma fraude aberta através do uso desta ferramenta de pagamentos".

Num artigo de 1 de Dezembro, este mesmo jornal francês avançava que a Airbnb estaria a ajudar as pessoas que colocam as suas casas nesta plataforma a fugirem ao fisco. A estes proprietários seria dado um cartão que alegadamente lhes permitiria esconder as receitas obtidas com o aluguer dos seus espaços. O processo passava pelo envio de um cartão de crédito recarregável, que recebe os pagamentos relativos ao aluguer das casas. De acordo com o Le Figaro, na notícia do início deste mês, esta solução é opaca e permite evitar o pagamento de impostos elevados.

A agência Reuters acrescenta que as autoridades francesas pediram ao fisco para analisarem este meio de pagamento devido a suspeitas de evasão fiscal, depois de ter sido revelado que este cartão podia ser usado no Airbnb. Este cartão permite, adianta ainda a agência, que os proprietários de casas recebem os pagamentos pelos espaços arrendados sem que o dinheiro passe por contas bancárias.