Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

FT: Bruxelas foi alertada para perigos de “dispositivos manipuladores” há dois anos

O jornal britânico alerta para a falta de acção do regulador comunitário na questão das emissões poluentes. Em 2013, um relatório de um grupo interno de investigação da Comissão Europeia alertava para os perigos dos chamados “dispositivos manipuladores”.

Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 25 de Setembro de 2015 às 19:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Bruxelas foi avisada para os perigos dos "dispositivos manipuladores" de emissões dois anos antes do escândalo Volkswagen ter rebentado. A notícia é avançada esta sexta-feira, 25 de Setembro, pelo Financial Times (FT).

De acordo com o jornal, um relatório de 2013 do Centro Comum de Investigação da Comissão Europeia procurou chamar a atenção para a questão, que não recebeu o acompanhamento devido por parte dos reguladores.


Os "dispositivos manipuladores" estão no centro do escândalo Volkswagen. A fabricante alemã admitiu ter instalado a tecnologia em veículos com motores diesel (movidos a gasóleo) nos Estados Unidos. Mais tarde actualizou os números: podem ser até 11 milhões de carros em todo o mundo a terem recebido este ‘software’.


Com a instalação destes dispositivos, apurou-se que os níveis de emissões poluentes em estrada podiam ser até 40 vezes superiores aos resultados obtidos nos testes de laboratório.


O escândalo está a fazer tremer a fabricante automóvel alemã, tendo já levado à queda do CEO Martin Winterkorn. O conselho de administração da empresa esteve reunido esta sexta-feira, 25 de Setembro, tendo escolhido Matthias Müller como substituto no cargo.

Ver comentários
Saber mais Bruxelas Volkswagen Financial Times Martin Winterkorn Matthias Müller economia negócios e finanças economia (geral) automóvel
Outras Notícias