Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fundo Azul arranca esta quinta-feira

O decreto-lei que cria o novo mecanismo de financiamento à economia do mar e o diploma que institui uma administração portuária única em Lisboa e Setúbal foram publicados.

Ana Paula Vitorino - Mar: Na semana em que houve um Conselho de Ministros extraordinário, presidido por Cavaco Silva, dedicado à economia do mar, nenhum dos entrevistados pela Aximage nomeou Ana Paula Vitorino como a ministra de que se recorda. O que não impede que o nome desta licenciada em Engenharia Civil, ex-secretária de Estado dos Transportes na era Sócrates e casada com o braço direito de Costa, Eduardo Cabrita, seja mais citada como a pior da equipa governativa (0,7%) do que como a melhor (0,1).
Bruno simão
Negócios 09 de Março de 2016 às 11:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Fundo Azul, um mecanismo que vai apoiar as novas actividades ligadas ao mar, ficará formalmente criado esta quinta-feira, com a entrada em vigor do decreto-lei que o constitui.


Este fundo, que segundo já disse a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino (na foto), arrancará com uma dotação inicial de 10 milhões de euros, pretende assumir-se como "mecanismo de incentivo financeiro ao arranque de muitas das actividades ligadas à economia do mar, à protecção do património natural, incluindo a gestão do risco associado aos novos usos do mar, a investigação científica e a investigação e desenvolvimento empresarial".


Com a entrada em vigor deste decreto-lei, um dos que foi aprovado no último Conselho de Ministros dedicado aos assuntos do mar, são realocadas para este fundo verbas relativas à componente "mar", constantes do Fundo Português do Carbono, do Fundo para a Conservação da Natureza e da Biodiversidade, do Fundo Sanitário e de Segurança Alimentar Mais e do Fundo para a Sustentabilidade Sistémica do Sector Energético.

Esta quarta-feira foi também publicado em Diário da República o decreto-lei que estabelece a coordenação estratégica da Administração do Porto de Lisboa e da Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra, que passarão a ter um conselho de administração comum.


Este diploma foi igualmente aprovado no último Conselho de Ministros e vai entrar em vigor esta quinta-feira.


O conselho de administração único será composto por um presidente e quatro vogais, que exercerão as suas funções em regime de acumulação.


O Conselho Metropolitano da Área Metropolitana de Lisboa passa a designar um dos administradores das empresas, cumprindo "um dos objectivos deste Governo de promover uma maior proximidade com a administração local", é referido.


Na semana passada, o Governo aprovou um pacote legislativo dedicado ao mar, voltado para as vertentes da soberania, do conhecimento e da economia.

Ver comentários
Saber mais Fundo Azul Ana Paula Vitorino Conselho de Ministros Administração do Porto de Lisboa Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra
Outras Notícias