Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fundos de investimento reforçam aposta na Galp e na PT Multimédia

As apostas dos fundos de investimento mobiliário na Galp Energia e na PT Multimédia aumentaram em Fevereiro, com as aplicações na petrolífera a crescerem 58% e na empresa de cabo a aumentarem 33,4%.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 09 de Março de 2007 às 10:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As apostas dos fundos de investimento mobiliário na Galp Energia e na PT Multimédia aumentaram em Fevereiro, com as aplicações na petrolífera a cresceram 58% e na empresa de cabo a aumentarem 33,4%.

O valor sob gestão dos fundos aumentou em 0,2% para os 25,66 mil milhões de euros no mês em análise face ao mês anterior.

O valor gerido em acções nacionais pelos fundos cresceu 3,3% para um total de 1,25 mil milhões de euros e as grandes apostas em Fevereiro foram na Galp e na PT Multimédia.

O valor investido pelos fundos na Galp [galp pl] aumentou em 58,1% para os 55,1 milhões de euros e na PT Multimédia [ptm] cresceu em 33,4% para os 56 milhões de euros.

Ainda assim, a EDP e o BCP continuam a ser as acções que mais valor atraem. Em Fevereiro o valor investido na eléctrica diminuiu em 11,5% para os 106,9 milhões de euros e no BCP recuou 0,7% para os 104,4 milhões de euros.

Investimento em acções portuguesas aumenta

O investimento em acções aumentou 3,3% para 1,254 mil milhões de euros, enquanto as aplicações em acções de outros países recuou 0,4% para 2,38 mil milhões de euros.

Os activos preferidos nos mercados da União Europeia foram a Total Efina, Allianz, Axa, Telefónica, Unicrédito Italiano e a E ON AG. Fora da União Europeia, ocuparam os primeiros lugares a UBS AG, Credit Suisse Group, Roche, Gold Corp e a Nestle.

Por localização geográfica, o Luxemburgo continua a ser o destino favorito, com 32,9% do total. Neste país os investimento desceram 2,5% para 6,77 mil milhões de euros.

Alemanha, Irlanda e Reino Unido são os destinos preferidos seguintes, todos com mãos de 10% do total. Surge depois Portugal, com as aplicações em Fevereiro a subirem 2,5% para 1,67 mil milhões de euros, um valor que representa 8,1% do total.

A Caixagest foi a entidade com maior quota de mercado (22,9%) e administrou o maior número de fundos (48). O fundo Multiobrigações gerido pela Santander Gestão de Activos permaneceu como o fundo de maior dimensão.

Outras Notícias