Energia Furo de petróleo da Galp só avança se Governo deixar
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Furo de petróleo da Galp só avança se Governo deixar

O consórcio Eni/Galp pediu para adiar o furo na bacia do Alentejo para 2018 mas, sob o novo regime, as autarquias locais vão poder dar a sua opinião. O Executivo de António Costa vai depois tomar uma decisão, podendo aprovar ou rejeitar o furo.
André Cabrita-Mendes 15 de novembro de 2017 às 23:20

Passou mais um ano e o filme  volta a repetir-se. O consórcio Eni/Galp não fez o furo de petróleo na bacia do Alentejo em 2017, conforme previsto, e voltou a pedir um novo adiamento ao Governo.

)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub