Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp compra 25% de comercializadora de electricidade e gás natural em Espanha

Depois da saída em 2015, a Galp vai voltar a entrar no mercado espanhol de comercialização de electricidade e gás natural, através da entrada na empresa Podo que vende energia a famílias e PME.

A Galp reportou um resultado líquido, excluindo excluídos os eventos não recorrentes e o efeito 'stock', de 114 milhões de euros nos primeiros três meses de 2016. O lucro caiu 5,8% mas a petrolífera liderada por Carlos Gomes da Silva mantém-se como a terceira cotada mais lucrativa da bolsa nacional.
André Cabrita-Mendes andremendes@negocios.pt 21 de Março de 2018 às 09:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Além de combustível, a Galp também vai vender electricidade em Espanha. A companhia portuguesa prepara-se para entrar no capital de uma empresa comercializadora. 

A Galp vai ficar com 25% da empresa Podo, avançam o jornal digital El Independiente e o Expansión esta quarta-feira, 21 de Março, que cita fontes conhecedoras da operação.

Na verdade este é um regresso ao mercado espanhol de comercialização de electricidade e gás natural. A petrolífera portuguesa vendeu em 2015 à Endesa as suas actividades de comercialização de gás natural e electricidade na região de Madrid, com uma carteira de 230 mil clientes domésticos, com a transacção a ser avaliada em 24,1 milhões de euros

Mas que empresa é esta? A Podo começou por vender electricidade para famílias e pequenas e médias empresas (PME). A empresa fechou também um acordo de longo prazo para comprar gás natural à Galp para depois vender aos seus clientes residenciais e PME. Segundo o El Independiente, a Podo identificou um grande potencial de crescimento nas ofertas duais e acredita que há espaço para crescer neste segmento.

Esta companhia é detida por Eugenio Galdón, fundador da telecom Ono, empresa que hoje integra a Vodafone Espanha, e por Joaquín Coronado, ex-director da Ono e da EDP em Espanha.

Os dois gestores controlam 75% do capital da empresa e a gestão da empresa vai continuar nas suas mãos, avança a publicação espanhola. No entanto, a Galp vai contar com um representante no conselho de administração: Miguel Gil.

O mercado liberalizado de electricidade em Espanha é controlado por cinco empresas: Endesa, Iberdrola, Gas Natural Fenosa, Viesgo e a portuguesa EDP. Estas companhias dividem entre si os 11 milhões de clientes do mercado regulador e controlam mais de 90% do mercado livre, num total de 17 milhões de clientes, segundo um estudo de uma eléctrica citado pelo El Independiente. Os restantes 9% do mercado são controlados pelas pequenas eléctricas, como Feníe Energia, Holaluz ou a Podo.
Ver comentários
Saber mais Galp Espanha Podo electricidade gás natural
Outras Notícias