Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp assina acordo para biocombustíveis em Moçambique

A Galp Energia assinou um acordo que visa a produção de óleo vegetal e de biocombustíveis em Moçambique, anunciou hoje a empresa portuguesa, que vai trabalhar nestes projectos com a Companhia do Búzi.

Negócios com Lusa 09 de Dezembro de 2007 às 19:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O acordo prevê o desenvolvimento de actividades agrícolas e conexas, como a transformação de sementes em óleos vegetais que serão exportados na sua maioria para Portugal, para posterior processamento nas refinarias da Galp Energia.

A matéria resultante, explica a Galp Energia, será incorporada em combustível rodoviário como biodiesel de segunda geração.

As actividades serão desenvolvidas por uma sociedade, a constituir entre a Galp e a Companhia do Buzi, denominada Galpbuzi.

Será a Galpbuzi a promover o desenvolvimento, em Moçambique, dos projectos de cultivo de oleaginosas, o seu encaminhamento para tratamento industrial, a exportação, para Portugal, de parte dos óleos vegetais produzidos, e ainda a comercialização dos óleos vegetais e/ou do biodiesel não destinados ao mercado português para consumo local na exploração agro-industrial e para as populações envolventes.

O projecto envolve uma área total de produção controlada de 25 mil hectares e a promoção de até mais 25 mil hectares em regime de extensão rural.

Em ano cruzeiro, a produção de óleo vegetal não alimentar deverá atingir aproximadamente as 65 mil toneladas por ano.

O projecto agrícola vai envolver "a criação de um número significativo de postos de trabalho", refere a Galp Energia, sem quantificar.

Com este acordo, a Galp Energia considera que dá "um passo decisivo na concretização da sua estratégia para os biocombustíveis e contribui para o posicionamento de Portugal na liderança na produção de biocombustíveis de segunda geração".

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias