Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp Energia assina contrato para patrocinar Liga Portuguesa de Futebol (act)

A Galp Energia assinou hoje um contrato de parceria com a Liga Portuguesa de Futebol Profissional durante três épocas, que ascende a entre 1 e 1,5 milhão de euros, através do qual o Campeonato Nacional assumirá o nome «Superliga Galp Energia».

Negócios negocios@negocios.pt 16 de Agosto de 2002 às 13:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
(actualiza com declarações da conferência de imprensa, valor do contrato por época)

A Galp Energia assinou hoje um contrato de parceria com a Liga Portuguesa de Futebol Profissional durante três épocas, por um valor aproximado entre 1 e 1,5 milhão de euros por época, que visa o patrocínio do Campeonato Nacional que assumirá o nome «Superliga Galp Energia».

A mudança do nome da Primeira Liga terá ainda que ser aprovada em Assembleia Geral da mesma, afirmou Valentim Loureiro na mesma conferência de imprensa, acrescentando que está à procura de mais parceiros para alcançar um maior leque de patrocinadores.

A iniciativa servirá à Galp Energia como mais uma forma de projectar a imagem da companhia antes da entrada em Bolsa que está prevista para o primeiro semestre de 2003.

O contrato deverá ascender a valores entre «1 milhão e 1,5 milhão de euros por época», explicou ao Negocios.pt António Mexia, à margem da conferência, acrescentando que este montante «poderá aumentar em função da performance da Liga».

O presidente da comissão executiva da Galp Energia considerou que «este projecto é muito inovador na Europa», sendo Portugal o segundo país, a seguir à Inglaterra, a ter o seu campeonato com o nome de um patrocínio. A Liga Inglesa, que já adopta o modelo há vários anos, assinou este ano um contrato de oito temporadas com a empresa de equipamentos de desporto Umbro para o mesmo efeito.

Este contrato vai permitir à Galp Energia promover os seus produtos e aumentar as suas receitas, enquanto a Liga encontra uma nova forma de financiamento, podendo os clubes passar a deixar de ter de contribuir para o orçamento daquela instituição.

Valentim Loureiro afirmou que era sua convicção que «os clubes não vão ter que contribuir mais para (o orçamento) da Liga.

Este patrocínio tem em vista um conjunto de actividades que ainda estão a ser detalhadas como a presença de anúncios nos estádios, infografia nos bilhetes, na prevenção rodoviária, entre outras.

António Mexia afirmou ainda que este contrato visa também «premiar o fair play e a cidadania dos jogadores», não tendo avançado valores dos respectivos prémios.

A Galp Energia ligou-se recentemente ao meio futebolístico através do contrato de imagem com o jogador de futebol português, Luís Figo, para além de ser patrocinadora da Selecção Nacional.

Por Ana Pereira e Bárbara Leite

Outras Notícias