Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp prevê EBITDA de 22 milhões em Espanha com subida de 44% nas vendas

A estratégia de realizar acordos é vital para o crescimento da Galp em Espanha. Falhada a oportunidade de crescimento através da compra da rede da Shell, a Galp aposta agora no crescimento orgânico, que prevê a construção de 5 a 10 estações de serviço nov

Ana Suspiro asuspiro@mediafin.pt 14 de Dezembro de 2004 às 13:49
  • Partilhar artigo
  • ...

A estratégia de realizar acordos é vital para o crescimento da Galp em Espanha. Falhada a oportunidade de crescimento através da compra da rede da Shell, a Galp aposta agora no crescimento orgânico, que prevê a construção de 5 a 10 estações de serviço novas todos os anos e no aumento das vendas através de campanhas de fidelização.

A empresa espera fechar o ano 2004 com um EBITDA total em Espanha de 20 a 22 milhões de euros.

Na área do retalho, apenas, a previsão é de um EBITDA de 12 a 13 milhões de euros, contra 9 milhões de euros em 2003. Em 2005 prevê atingir 16 milhões de euros de EBITDA.

As metas da empresa foram divulgadas durante uma conferência de imprensa em Espanha, onde a Galp assinou hoje um acordo com a Caja Madrid, que providencia descontos aos clientes do banco espanhol.

Segundo Nuno Moreira da Cruz, até a Galp conseguir atingir a sua meta de quota de mercado de 8% nas seis áreas seleccionadas em Espanha, o grande desafio é aumentar a rentabilidade da operação.

Em relação ao crescimento orgânico, a empresa espera fechar este ano com 237 estações, e um volume de vendas de 710 milhões de litros de combustível. Este valor representa um forte aumento a relação a 2003, conseguido sobretudo com o aumento das vendas por posto de abastecimento.

O ano passado a Galp vendeu 493 milhões de litros de combustível, pelo que se cumprir a meta delineada para 2004, o crescimento será de 44%.

Para 2005, estão previstas 240 estações e um volume de vendas de 755 milhões de litros. Na base destas previsões está apenas o crescimento orgânico, sendo que a empresa continua atenta a aquisições.

Ver comentários
Outras Notícias