Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Gasóleo deverá afundar para mínimo de três anos abaixo de 1,20 euros

O preço do gasóleo deverá cair cerca de 3 cêntimos por litro e a gasolina deverá ficar estável, em mínimos de pelo menos 2014.

Bruno Colaço
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 17 de Abril de 2020 às 13:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • 18
  • ...

Os preços dos combustíveis devem voltar a cair na próxima semana em Portugal, numa altura em que o consumo está também em forte queda devido ao confinamento de grande parte da população devido à pandemia da covid-19.

 

Prevê-se uma queda bem mais intensa no gasóleo, que deverá recuar para mínimos de quase três anos e abaixo de 1,20 euros por litro.

 

Os cálculos do Negócios apontam para uma descida de 3 cêntimos por litro no gasóleo, enquanto a gasolina poderá registar uma queda muito ligeira, ou ficar mesmo estável. Na semana passada os cálculos do Negócios apontavam para um agravamento ligeiro nos preços dos dois combustíveis em Portugal na segunda-feira passada, mas estes ficaram praticamente inalterados face à semana anterior.

 

De acordo com os dados da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG), o gasóleo simples está esta semana a ser vendido em Portugal a um preço médio de 1,225 euros por litro, pelo que na próxima semana poderá baixar da fasquia dos 1,20 euros, o que a confirmar-se acontecerá pela primeira vez desde julho de 2017.

 

Já a gasolina simples deverá permanecer em torno dos 1,258 euros por litro a que está a ser vendida esta semana, o que corresponde ao preço mais baixo desde, pelo menos, 2014.

 

Esta foi uma semana muito volátil nos preços dos produtos energéticos cotados, com uma forte subida no início da semana devido ao acordo histórico na OPEP+ para reduzir a oferta, e depois uma queda acentuada das cotações nas últimas sessões, devido aos sinais de queda abrupta na procura devido à paralisação de grande parte da economia mundial.

 

 

 

Estes preços têm em conta as variações calculadas pelo Negócios face ao preço médio praticado em Portugal esta semana e anunciado pela Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG).

A evolução dos preços dos combustíveis é calculada tendo por base a evolução dos derivados do petróleo (gasóleo e gasolina) e do euro. Ainda assim, a evolução dos custos dependerá de cada posto de abastecimento, da marca e da zona onde se encontra.

Os cálculos do Negócios têm por base contratos diferentes dos seguidos pelas petrolíferas (ainda que a evolução costume ser semelhante), sendo que os dados disponíveis para o Negócios só estão disponíveis até quinta-feira (faltando um dia de negociação).

Ver comentários
Saber mais gasóleo gasolina combustíveis
Outras Notícias