Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Gasolineiras espanholas desconvocaram greve prevista para hoje

A Confederación Española de Empresarios de Estaciones de Servicio (CEEES), representante de quase quatro mil gasolineiras em Espanha, desconvocou a paralisação que estava agendada para o dia de ontem, justificando a decisão com o facto de pretenderem agua

Paulo Moutinho 25 de Maio de 2006 às 16:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Confederación Española de Empresarios de Estaciones de Servicio (CEEES), representante de quase quatro mil gasolineiras em Espanha, desconvocou a paralisação que estava agendada para o dia de ontem, justificando a decisão com o facto de pretenderem aguardar pelas negociações com o Ministério da Indústria de Espanha, que terão lugar nos próximos dias.

Segundo o porta-voz da organização empresarial, José Antonio Torres, citado pela agência EFE, a greve prevista para ontem foi «desconvocada e adiada» até que se conheçam os resultados das negociações que vão ser encetadas com o governo espanhol.

A greve dos postos de abastecimento, que tinha sido convocada pela assembleia da CEEES no passado mês de Abril, tinha como objectivo defender a «competitividade e a viabilidade das empresas, a manutenção do emprego estável e de qualidade», bem como, «a melhoria do serviço aos clientes», afirma a confederação em comunicado.

As gasolineiras pertencentes à CEEES, mais de metade dos postos de abastecimento existentes em Espanha, pretendiam que as petrolíferas, como a Cepsa e a Repsol, cumprissem com as deliberações do Tribunal de Defesa e da Concorrência de Espanha que os obriga a não fixar os preços dos combustíveis e a suspender os contratos de exclusividade de duração superior à estabelecida por Bruxelas.

A confederação pretendiam também, com esta greve, a alteração da legislação espanhola que não lhes permite vender tabaco e álcool nas suas estações de abastecimento, o que segundo os cálculo da Associação Espanhola de Operadores de Produtos Petrolíferos (AEOPP) corresponde a uma perda de mais de 81 milhões de euros de receitas, desde Janeiro deste ano.

Ver comentários
Outras Notícias