Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

General Motors actualiza número de mortes provocadas por falhas nos veículos para 42

O balanço foi actualizado esta segunda-feira, 15 de Dezembro, por Kenneth Feinberg, advogado que coordena o processo de compensações da fabricante automóvel americana.

7 - Mary Barra, presidente executiva da General Motors
Bloomberg
Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 16 de Dezembro de 2014 às 13:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Os acidentes originados por falhas na ignição de veículos da General Motors (GM) já provocaram 42 mortes e 58 feridos, revela a agência Associated Press. O primeiro número avançado pela empresa era de 13 vítimas mortais.

 

O balanço foi actualizado esta segunda-feira, 15 de Dezembro, por Kenneth Feinberg, advogado que coordena o processo de compensações da fabricante automóvel americana.

 

Este é o "recall" mais mediático da GM porque a empresa levou cerca de 10 anos, após ter tomado conhecimento das falhas, a tomar uma medida.

 

Nesse sentido, a companhia recebeu mais de dois mil pedidos de indemnização. Apenas 100 foram considerados elegíveis até ao momento. O programa estará aberto até 31 de Janeiro do próximo ano.

 

Em paralelo, decorrem vários processos judiciais para as vítimas e familiares que optaram por não aderir a este programa de compensações. O primeiro julgamento está marcado para o início de 2015.

Ver comentários
Saber mais General Motors GM Kenneth Feinberg crime lei e justiça justiça e direitos
Outras Notícias