Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

GM e Chrysler deverão ter registado quedas de vendas superiores a 40% em Dezembro

A General Motors (GM) e a Chrysler, as duas empresas que receberam empréstimos do governo dos EUA, deverão ter registado uma queda das vendas superior a 40% no mês de Dezembro, naquele que foi o pior ano para a indústria automóvel desde 1992.

Lara Rosa lararosa@negocios.pt 02 de Janeiro de 2009 às 09:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A General Motors (GM) e a Chrysler, as duas empresas que receberam empréstimos do governo dos EUA, deverão ter registado uma queda das vendas superior a 40% no mês de Dezembro, naquele que foi o pior ano para a indústria automóvel desde 1992.

Em Dezembro, as vendas da Chrysler e da GM poderão ter caído 48% e 41%, respectivamente, face aos números registados no período homólogo de 2007, refere a Bloomberg.

A Ford também acompanhou a tendência negativa das vendas com os analistas a estimarem uma queda de 33% no último mês do ano.

A indústria automóvel enfrenta o pior ano desde 1992, o que levou a que a GM e a Chrysler necessitassem de um empréstimo dos responsáveis norte-americanos. As duas empresas receberam um financiamento de 13,4 mil milhões de dólares (9,59 mil milhões de euros).

O mercado norte-americano tem sido dos que mais tem penalizado a indústria automóvel com os fabricantes a enfrentarem uma acentuada queda da procura uma vez que os norte-americanos se deparam com um aumento do desemprego e uma queda do poder de compra.

A incerteza quanto ao futuro, a fraqueza do mercado laboral e a dificuldade em aceder ao crédito são alguns dos factores que levam os consumidores a afastarem-se de compras que impliquem despesas de maior dimensão.

Estes factores levaram a que o analista Brian Johnson, do Barclays Capital, anunciasse, esta semana, aos investidores que o banco espera uma queda de 40% das vendas da Toyota e de 36% da Honda.

Ver comentários
Outras Notícias