Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

GM Europe precisa de 3,3 mil milhões de euros para sobreviver

A General Motors Europe revelou que precisa de 3,3 mil milhões de euros de ajuda estatal para conseguir sobreviver. A empresa estima que, ainda este mês, deverá ficar sem dinheiro e 300 mil postos de trabalho podem estar em risco.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 03 de Março de 2009 às 17:25
A General Motors Europe revelou que precisa de 3,3 mil milhões de euros de ajuda estatal para conseguir sobreviver. A empresa estima que, ainda este mês, deverá ficar sem dinheiro e 300 mil postos de trabalho podem estar em risco.

A GM Europe continua a pressionar alguns Executivos europeus para obter uma ajuda de 3,3 mil milhões de euros. A GM, que na Europa detém a Opel e Vauxhall, estima que até ao final do mês pode ficar sem dinheiro, colocando em risco 300 mil postos de trabalho.

A casa-mãe já anunciou a redução de 47 mil postos de trabalho, incluindo 26 mil fora dos Estados Unidos, e procura uma ajuda federal de 30 mil milhões de dólares.

"Vamos tentar sobreviver mas não temos garantias que isso possa acontecer. Entranto, podemos entrar em processo de insolvência", disse Fritz Henderson, director de operações da GM, citado pelo "The Guardian".

Carl-Peter Forster, director da GM Europe, afirmou, que em qualquer caso, a empresa pode ser forçada a realizar "elevadas" reduções de postos de trabalho, no âmbito do plano de reestruturação.

A empresa emprega 50 mil pessoas na Europa mas está 30% acima da capacidade. Os executivos do sector estimam que o mercado europeu vai cair cerca de 30% só em 2009.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio