Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Goldman Sachs revê em alta preço-alvo da Sonae e Semapa

A subida foi de 2% passando o "target" de 0,98 euros para um euro. A recomendação é "neutral". A casa de investimento também reviu ligeiramente em alta a Semapa, mas a recomendação continua em "vender".

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 24 de Maio de 2011 às 13:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Numa nota de “research” para as "holdings" europeias, a casa de investimento sublinha que o desconto do valor dos activos líquidos das “holdings” europeias está ainda relativamente elevado tendo em conta a média histórica de 20%. “À medida que os mercados voltam a ganhar confiança, esperamos que o desconto do valor dos activos líquidos (NAV) diminua substancialmente”.

Relativamente à Sonae, os riscos para uma redução ao preço-alvo da Goldman Sachs para a empresa “incluem a falta de sucesso da expansão internacional no negócio de retalho (excluindo a alimentação) e uma vaga de taxas mais elevadas nos centros comercias geridos pela Sonae Sierra”.

Os factores positivos, acrescenta a mesma fonte, passam por uma queda no mercado português menos acentuada do que o previsto.

As acções caem 4,46% para os 0,771 euros. Face a esta cotação, o preço-alvo da Goldman Sachs representa um potencial de valorização de 29,7%.

A casa de investimento também subiu ligeiramente o preço-alvo da Semapa, de 8,38 para 8,40 euros. Para sustentar, a Goldman Sachs também fala da eventual diminuição do desconto do valor dos activos líquidos.
Ver comentários
Saber mais Goldman Sachs Sonae Mercados Preço-alvo
Outras Notícias