Empresas Governo corta impostos da Saudi Aramco antes do que poderá ser o maior IPO de sempre

Governo corta impostos da Saudi Aramco antes do que poderá ser o maior IPO de sempre

O Governo da Arábia Saudita quer tornar a empresa mais atractiva aos olhos dos investidores, antes de avançar para a oferta pública inicial, que deverá acontecer em 2018.
Governo corta impostos da Saudi Aramco antes do que poderá ser o maior IPO de sempre
Reuters
Rita Faria 27 de março de 2017 às 15:38

A Arábia Saudita reduziu os impostos aplicáveis à petrolífera estatal Saudi Aramco em mais de um terço, antes daquela que poderá ser a maior oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de sempre.

Segundo uma declaração do presidente executivo da petrolífera, Amin Nasser, citada pela Bloomberg, o imposto sobre o rendimento foi reduzido de 85% para 50%, numa altura em que o Governo planeia vender até 5% da empresa num IPO no próximo ano, que poderá avaliar a Saudi Aramco em mais de 2 biliões de dólares.
 

"A nova taxa de imposto vai colocar a Saudi Aramco em linha com os padrões internacionais", afirmou Nasser, citado pela agência noticiosa.

Em Janeiro, o CEO da petrolífera estatal já havia adiantado que a Arábia Saudita iria reduzir a factura de impostos da empresa para a tornar mais atractiva para os investidores. Actualmente, a Aramco paga uma taxa de 20% sobre as receitas e 85% sobre os rendimentos.

O IPO faz parte do plano do príncipe Mohammed bin Salman de constituir o mais fundo soberano do mundo e reduzir a dependência da economia de hidrocarbonetos. Se cumprir as expectativas do reino, será o maior IPO de sempre, superando o da Alibaba.

Na semana passada, o Governo confirmou estar em "sérias negociações" com a New York Stock Exchange (NYSE) para que aquela bolsa norte-americana seja um dos pontos para a entrada da petrolífera Saudi Aramco nos mercados accionistas internacionais.

"O nosso objectivo é tentar completar o IPO algures em 2018. Há sérias conversações com a New York Stock Exchange sobre ter a NYSE como uma das bolsas para o IPO da Aramco", afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros saudita, Adel al-Jubeir, à Fox News.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI